in

Análise de Game of Thrones T07E07 – The Dragon and the Wolf

Game, Thrones, episódio, dragão, Análise de Game of Thrones T07E07 – The Dragon and the Wolf

Entrelaçados no último episódio da temporada, Daenerys e Jon desconhecem as consequências que esta união lhes trará. Já sabíamos que os pais de Jon são Rhaegar Targaryen e Lyanna Stark, mas a grande revelação é  serem casados, sendo o verdadeiro nome de Jon Aegon (que dormiu com a sua tia Daenerys) o que o faz o legítimo herdeiro do trono de ferro.

Temos mais uma reviravolta com o amor tóxico entre Jaime e Cersei, e a aparente redenção como nobre herói Jaime ao se juntar a Jon e Daenerys na luta contra o Rei da Noite. Jaime começou as temporadas empurrando uma criança de uma janela, sendo agora uma das várias personagens que ocupa um lugar não antes imaginado.

Mais um momento épico e perfeitamente adequado a Littlefinger, onde Sansa revela que ele é o convidado surpresa do seu próprio julgamento. Acusado pelo assassinato do Lord Arryn e da tia Lysa, é julgado numa rápida execusão onde a personagem estratega é apanhada na sua  própria forma de lidar o mundo.

E com suavidade os White Walkers chegam para derrubar a muralha numa majestosa imagem de cor, horror e a impotência daquilo que os espera.

É difícil afastar a suspeita de que Game of Thrones nos episódios iniciais seria tão misericordioso com as personagens, mas esperamos ansiosamente pela próxima temporada, expectantes com as reviravoltas.

, Mitroglou no Marselha em troca de 15 milhões por metade do passe

Mitroglou no Marselha em troca de 15 milhões por metade do passe

, Bouba Saré: «Prometo muito trabalho e dedicação»

Bouba Saré: «Prometo muito trabalho e dedicação»