in ,

Análise de Game of Thrones T07E06 – Beyond the Wall

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

E o clímax com batalhas típico da série de Game of Thrones acontece neste episódio com o esperado confronto com os White Walkers. Diferente do seu estilo por ter mais diálogos para contextualizar a batalha do que a própria ação, tornou-se adequado para um primeiro contacto entre personagens que não se conheciam.

Daenerys e Jon Snow continuam a mostrar o seu lado mais destemido, mas não se compreende a resistência de Jon em montar Drogo. Foi mais um ato heróico e impensado típico de Jon, ou uma forma de manterem os dragões a voar mais tempo para que o Rei da Noite tivesse oportunidade de atirar a lança, sendo um momento menos inteligente forçando um desenvolver da historia de GOT?

Não desilude o espectáculo visual invernoso e o sentimento de desespero palpável do esquadrão em missão suicida como se do fim se tratasse. Mas tem sido comum ao longo desta temporada a crítica aos roteiristas por estarem a apressar o final das várias histórias. Detalhes de como apareceram as correntes e como estas foram colocadas no Dragão submerso quando antes a água foi o impedimento do ataque dos White Walkers foram pontos negativos.

O Rei da Noite podia ter terminado com a batalha antes de ela começar, mas esperou para atrair Daenerys e ficar com um dos seus Dragões. Esta capacidade de antecipação do futuro e as feições cada vez mais semelhantes com Bran, poderão dizer alguma coisa? Temos de esperar para ver.

E agora o Rei da Noite tem um dragão! E o final desta temporada tornou-se ainda mais desejado!

Final Fantasy XV está a caminho dos smartphones

Final Fantasy XV está a caminho dos smartphones

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

Xbox One X chega à Europa com estreia na gamescom 2017