in ,

Agenda Cultural – 23 a 29 de Abril

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

O mês passou a correr, e já estamos com a última semana de Abril mesmo à porta. Ficam de seguida, algumas sugestões dos espectáculos que podem ser assistidos esta semana.

Dia 23, Morte de um Caixeiro-Viajante estará no palco do Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada. O drama social e familiar por que passa Willy Loman não é culpa da sua excentricidade ou incompetência. Ao perder o emprego, Willy dá conta de um outro mundo que passa por si e não se detém à sua espera. Nesta peça, que decorre na América do final dos anos 40 do século passado, ficamos com a amarga sensação de nos termos cruzado ainda ontem com personagens semelhantes. Uma encenação de Carlos Pimenta, em cena até dia 6 de Maio.

Dia 25, O Fascismo (Aqui) Nunca Existiu! sobe ao palco do Fórum da Maia. Este é o primeiro espetáculo de um tríptico teatral denominado “IDENTIFICAÇÃO DE UM (O MEU!) PAÍS” sobre a vida em Portugal nos últimos 70 anos, de 1945 até aos nossos dias. Um olhar muito pessoal, uma retrospetiva do quotidiano da vida dos portugueses, através de alguém que, intervindo ativamente na vida política, social e cultural do nosso país, interpreta com os olhos de hoje, as suas vivências pessoais e os acontecimentos nacionais e globais que o marcaram como pessoa e nos marcaram como povo. Uma direcção e encenação de José Leitão.

Dia 26, Perplexos, de Marius Von Mayenburg, estreia no São Luiz Teatro Municipal. Os casais, as férias, os filhos, as empregadas domésticas, Darwin e a lei do mais forte, a sombra nazi ou um baile de máscaras, são alguns dos temas presentes nesta espécie de comédia de costumes, assombrada por Pirandello.  As personagens multiplicam-se. A realidade parece estar constantemente a ser reformulada, raiando o absurdo. Com encenação de Cristina Carvalhal, em cena até 6 de Maio.

Dia 26 e 27, o Teatro do Bairro recebe As Criadas, Jean Genet. Como numa matrioska, aqui há o texto dentro do texto dentro do texto, uma história que se repete sem fim, com duas irmãs devotas e humildes, duas criadas que vestem gestos da patroa, duas irmãs que treinam o ódio para atingir o indizível. Dramaturgia e encenação de Rui Maderia.

Trailer oficial: The Rain, estreia a 4 de maio na Netflix

Trailer oficial: The Rain, estreia a 4 de maio na Netflix

Reportagem – Evento de apresentação de Detroit: Become Human

Reportagem – Evento de apresentação de Detroit: Become Human