em

Testámos o Xiaomi Redmi Note 3

Estivemos a testar o Xiaomi Redmi Note 3, um smartphone em que a fabricante chinesa se estreou nos dispositivos com corpo em alumínio, aliou umas boas especificações, a uma excelente qualidade de construção e terminou dando-lhe um preço a rondar os 200€.

Estivemos a testar o Xiaomi Redmi Note 3, um smartphone em que a fabricante chinesa se estreou nos dispositivos com corpo em alumínio, aliou umas boas especificações, a uma excelente qualidade de construção e terminou dando-lhe um preço a rondar os 200€.

Especificações
  • Ecrã
    • 5,5″ de resolução 1080 x 1920 píxeis, 403 ppp
  • Processador
    • CPU: Mediatek MT6795 Helio X10, CPU Octa-core 2,0 GHz Cortex-A53
    • GPU: PowerVR G6200
  • Rede
    • LTE/HSPA+/GSM (dual stand-by)
  • Sistema Operativo
    • Android 5.0.2 (Lollipop)
    • Interface: MIUI 7
  • Memória
    • Memória RAM: 2/3 GB
    • Memória interna: 16/32 GB
    • Memória externa: não suporta
  • Câmara
    • Principal (traseira): 13 MP, com duplo flash LED (dois tons)
    • Secundária (frontal): 5 MP, com gravação de vídeo a 1080p
  • Sensores
    • Impressões digitais, acelerómetro, giroscópio, bússola, proximidade, luminosidade
  • Dimensões e peso
    • 150 x 76 x 8,7 mm, 164 g
  • Conectividade
    • Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, dual-band, Wi-Fi Direct, hotspot
    • GPS, GLONASS e BDS
    • Rádio FM stereo com gravação
    • Bluetooth 4.1, A2DP, LE
    • USB: microUSB v2.0
  • Bateria
    • 4000 mAh Li-Ion
  • Cores
    • Prateado, cinza e dourado.

Tal como referimos trata-se de um dispositivo com uma excelente qualidade de construção que recorreu ao alumínio para o seu corpo, tendo apenas dois apontamentos em plástico na parte superior e inferior do equipamento, provavelmente para não causar interferências na qualidade do sinal. A Xiaomi esmerou-se na forma como concebeu a parte traseira já que apesar de existirem os referidos apontamentos em plástico quase nem dá para distinguir o que é plástico e o que é alumínio.

Ainda na traseira temos o Sensor de impressão digital que é também uma agradável surpresa no Redmi Note 3. Tanto pela sua localização como pela sua velociadade a responder, algo que só se via em equipamentos topo de gama. Que chega a até este modelo bem simples de configurar e não sendo necessário ligar o ecrã para que o sensor funcione, algo que ocorre em vários modelos nesta faixa de preço.

A parte da frente conta com um ecrã de 5,5″, tendo por cima uma câmara de 5MP e os sensores de proximidade e de luminosidade, o altifalante e um LED de notificações RGB. Abaixo do ecrã tem três botões capacitivos referentes ao Menu, Home e Retroceder, com retroiluminação durante a utilização.

Em termos gerais o Redmi Note 3 tem um bom desempenho. As aplicações são rápidas a abrir e o desempenho gráfico nos jogos também é bom. O modelo que testámos foi o de 3GB de RAM pelo que não notámos qualquer demora ao alternar entre aplicações abertas, mesmo com várias aplicações abertas em simultâneo.

As câmaras do Redmi Note 3 são bastante boas, tendo em conta a gama do dispositivo e a aplicação de origem conta com as funcionalidades principais, tais como HDR, modo panorama, modo manual com ajuste de brancos e ISO, modo gradiente, ajuste de tom de pele, modo de cena (retrato, paisagem, desportos, noite, retrato noite, praia, neve pôr do sol, fogo de artifício), detecção de rosto e filtros.

A câmara principal conta com 13 MP e vem com flash LED de dois tons gravando a 1080p e a 30fps. A câmara frontal é de 5 MP sendo também possível gravar vídeo a 1080p.

A bateria tem tem uns fantásticos 4000 mAh, o que nos deixa perfeitamente à vontade para utilizarmos o dia inteiro e ainda nos podemos dar o luxo de nos esquecermos de pôr a carregar para o dia seguinte.

O sistema operativo é o Android 5.0.2 Lollipop com interface MIUI, já conhecida nos equipamentos da Xiaomi e que neste equipamento chega na sua versão 7.

A CA agradece à Gearbest a disponibilização do Redmi Note 3. Aproveitamos ainda, em jeito de ‘dica’ para referir que a GearBest dispõe agora de um novo método de envio, diretamente da China para Portugal sem custos alfandegários e com um prazo de entrega de aproximadamente 15 dias.

Como extra deixamos um vídeo que demonstra a resistência deste equipamento, mas que nós não testámos.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

futebol-cfb-belenenses-estrela-2

Julio Velázquez: “Nunca falei nem vou falar de arbitragens”

Natação: Treinos de 19 a 24 de Maio

Rescaldo: Sérgio Piscareta e ineficácia levam a empate amargo