in

Super Mario kart está entre os videojogos mais stressantes segundo estudo

Super Mario videojogos
Fonte Pixabay

Muitas são as pessoas que vêm os jogos como forma de diversão e de escape às rotinas stressantes do dia-a-dia, mas a verdade é que também os jogos podem ser eles próprios os interruptores de stress e adrenalina.

Um estudo levado a cabo pela Bónus Finder testou os níveis de stress causados pelos jogos através da medição dos batimentos cardíacos dos jogadores ao longo do tempo e os resultados foram algo inesperados, com Mario Kart a figurar no topo da lista.

O estudo foi elaborado através da seleção de 14 jogadores de nível avançado que passassem pelo menos 15 horas semanais a jogar e que já conhecessem os jogos testados. Durante este tempo, os jogadores usaram medidores de frequência cardíaca permitindo assim recolher as alterações dos batimentos cardíacos ao longo das partidas.

Os jogos considerados mais stressantes

De uma lista de 16 jogos que foram testados, o Mario Kart foi aquele que mais stress causou aos seus jogadores, com um aumento do batimento cardíaco de 32,81% (em relação à média obtida em repouso) o que equivale ao esforço realizado numa caminhada leve. 

Mas, não foi o único, já que logo atrás na lista com um aumento de 31,25% ficou o FIFA20, seguidos do ‘Call of Duty’ com 29,69%, ‘Dark Souls’ com 28,13% e em último lugar do top 5, Fortnite com 26,56%.

A forma como se joga determinado jogo é também um fator decisivo no aumento do stress

Jogos que não sejam constantes ao longo do tempo e que contenham, por exemplo, rodadas de eliminação, alterações na dificuldade ao longo dos níveis ou alterações do desempenho das personagens são mais propensos a gerarem picos de stress.

O jogo ‘Dark Souls III’, presente na lista de jogos testados neste estudo, é um jogo RPG de ação (‘Action Role Playing game’) onde os jogadores podem confrontar diferentes tipos de inimigos e que podem inclusive alterar os seus comportamentos durante os combates. 

O que foi verificado é que alguns jogadores tiveram picos de até mais 98,44% da sua frequência cardíaca em repouso durante as lutas presentes neste jogo, mostrando que apesar de este não estar no primeiro lugar nos jogos mais stressantes, as lutas são interruptores de adrenalina para os jogadores que experienciam picos momentâneos de stress.

Apesar de este ter sido um estudo feito para vídeo jogos, sabe-se que o stress e a adrenalina está presente em outro tipo de atividades lúdicas e que muitas vezes é exatamente a procura de sentir estas sensações que leva as pessoas a praticar determinada atividade.

Por exemplo no ‘Bungee jumping’, atividade radical que consiste em saltar de uma altura para o vazio preso pelos tornozelos ou cintura a uma corda elástica, é exatamente a procura da adrenalina que advém do medo de saltar de uma altura elevada que cativa as pessoas a fazê-lo.

Por outro lado, existem atividades lúdicas que despertam igualmente stress e adrenalina, que são indesejáveis para quem as pratica precisamente por poderem afetar negativamente o desempenho das mesmas.

Jogos como o poker são bons exemplos disso, já que sinais reveladores de stress como a mão a tremer, o falar muito ou até o facto de olhar de forma repetida para as cartas podem denunciar os adversários de que poderá ter uma boa mão ou então que está a fazer ‘bluff’.

Por essa razão, muitos praticantes de poker preferem fazê-lo na versão online onde facilmente podem esconder sinais de alerta para os adversários. As versões online podem ser jogadas em plataformas como a Casinos.pt, onde oferecem todas as emoções do jogo, mas eliminam alguns fatores importantes de stress que são desencadeados por estar ao lado de pessoas reais.

Nem sempre a procura de stress é o pretendido pelos jogadores

Apesar do stress desencadeado pelos jogos ser à partida um tipo de stress mais positivo do que aquele que se sente numa decisão importante de trabalho, por exemplo, muitas pessoas procuram nos jogos uma atividade apenas para puro relaxamento e como forma de escape da realidade do dia-a-dia.

No mesmo estudo levado a cabo pela Bonus Finder, os jogos ‘The Sims’ onde se pode simular a ‘vida real’ através das personagens Sims ou ‘Animal Crossing’ onde o jogador vive numa comunidade com diferentes animais e vai realizando diferentes atividades diminuíram ambos a frequência cardíaca média dos jogadores em 5%.

O que este estudo veio mostrar é que provavelmente se deseja adrenalina deverá optar por um tipo de jogo como o Mario Kart, mas se a sua ideia é apenas relaxar o melhor é dedicar-se a dar uma boa vida ao seu Sim.

Let Them All Talk | Estreia 10 de Dezembro | HBO Portugal

Let Them All Talk | Estreia 10 de Dezembro | HBO Portugal

The Last Kids On Earth and the Staff of Doom - Announce Trailer

The Last Kids On Earth and the Staff of Doom – Announce Trailer