in , , , ,

Super Bock Super Rock – Sugestões para o último dia, 21 de julho

, Super Bock Super Rock – Sugestões para o último dia, 21 de julho

A 24.ª edição do Festival Super Bock Super Rock inicia no próximo dia 19 de julho e promete animar o Parque das Nações até dia 21 de julho. A CA Notícias faz-te a agenda. Fica a par das nossas sugestões para o último dia de festival, 21 de julho, entre eles: Isaura, Sunflowers, Stormzy, Keep Razors Sharp, Benjamin Clementine, La Fura Dels Baus e Julian Casablancas & the Voidz.

 

Isaura | 17h30 | Palco EDP

Isaura estreou-se em dezembro de 2014 com a música “Useless”, mas saltou para os ouvidos de todos os portugueses o ano passado com  a canção querepresentou Portugal na final do Festival da Eurovisão deste ano, “O jardim”, em que foi  compositora e co-intérprete. Entretanto, o seu primeiro álbum “Human”, tem conquistado com singles como: “I need ya” e “Busy tone”. É caso para dizer que estão reunidas as condições para que a irresistível pop eletrónica de Isaura continue a conquistar os portugueses.


Sunflowers | 19h20 | Palco LG by Rádio SBSR

Este duo, formado em 2014, ainda não parou de fazer música, com uma ética punk adaptada ao século XXI: fazer e lançar na internet, para o mundo ouvir. Em 2016 gravaram o primeiro disco: “The Intergalactic Guide To Find The Red Cowboy”. Está lá tudo o que interessa: muita distorção, a urgência do punk, canções directas ao assunto e um subentendido elogio do mosh. Mas o conselho dos próprios Sunflowers é para que não compliquemos: “Somos uma banda rock e tocamos música rock para pessoas que gostam de ouvir música rock e assistir a concertos de música rock.”

Stormzy | 20h00 | Palco Super Bock

Prémios, nomeações, milhares de discos vendidos, recordes batidos na internet e uma crítica a seus pés fazem de Stormzy um dos homens do momento. Com origem ganesa, Michael Omari (o nome verdadeiro do rapper) em 2017 editou “Gang Signs & Prayer”, um sucesso imediato, ao ponto de conseguir colocar todas as músicas no top 50 do Spotify – um feito inédito até então. E, entretanto, à boleia deste disco, mais dois prémios: Brit Awards 2018 na categoria de melhor artista britânico e melhor disco britânico.

Keep Razors Sharp | 21h00 | Palco LG by Rádio SBSR

Os Keep Razors Sharp são Afonso (Sean Riley & The Slowriders), Rai (The Poppers), Bráulio (ex- Capitão Fantasma) e Bibi (Pernas de Alicate, entre outros). Com uma sonoridade entre o psicadelismo, o shoegaze e o pós-rock, os dois singles de estreia, “I See Your Face” e “9 th ”, tornaram-se imediatos sucessos radiofónicos, além de trambém terem recebido vários elogios da parte da crítica. Após o sucesso do álbum de estreia homónimo e de singles como “By The Sea” ou “The Lioness”, a banda regressa agora com temas que seguem a mesma linha de “psicadelismo” e “guitarras sonantes”.

Benjamin Clementine | 21h40 | Palco Super Bock

A voz de Benjamin Clementine parece ter um poder qualquer sobre a nossa percepção do tempo. Quem ouve o músico britânico fica ali entre o passado, o presente e o futuro, sem saber em que época está e só a querer saber da música que ouve. Embora as canções sejam desconcertantemente intemporais, como qualquer boa música, Benjamin não deixa de ser um homem deste nosso tempo, o que só pode contrariar as vozes mais pessimistas em relação ao futuro da música.

Em 2017 editou o segundo disco: “I Tell a Fly”. Tudo aquilo que já era bom no primeiro, mantém-se no segundo, mas ainda há mais… Neste disco, Benjamin brinca com o formato canção, desafia as próprias melodias, critíca uma sociedade carente de valores e acrescenta dramatismo a temas que pedem um verdadeiro intérprete e não apenas um cantor competente. E já ninguém duvida de que Bejamin Clementine é esse verdadeiro intérprete, como provam canções tão sublimes como “Phantom of Aleppoville”ou “Jupiter”.

La Fura Dels Baus | 23h20 | Palco Super Bock

De dentro para fora, sempre tocando o céu. Os La Fura dels Baus regressam ao Parque das Nações, em Lisboa, vinte anos depois de terem atuado na EXPO’98. Em 2018 estão de volta para apresentar o espetáculo “IN-UP // OUT-UP”, desenhado exclusivamente para o Super Bock Super Rock. Uma performance cheia de metáforas poéticas, que conciliará música ao vivo, dança aérea, fogo-de-artifício, grandes elementos, interação com o público, fogo e água para um espetáculo grandioso.

Julian Casablancas & the Voidz | 00h00 | Palco Super Bock

E difícil falar do melhor rock deste século sem mencionar o nome de Julian Casablancas. Não é precipitado dizer que Julian já tem o seu lugar assegurado na história da música popular. Sabemos que a esperança no rock nunca se perde, mas podemos dizer que se renova de quando em vez – e foi esse o contributo dos Strokes no início do século XXI. Mas Julian Casablancas não é homem para se encostar aos méritos do passado e desde aí não tem parado de arriscar, mostrando que o seu verdadeiro combustível é o amor pela música. Ora empenhado em domar sintetizadores (ouça-se o primeiro disco a solo, “Phrazes For The Young”), ora de volta às guitarradas mais punjentes, a música de Julian parece obdecer a um preceito: tem de se fazer sentir no corpo de quem a ouve. E o apelo à dança mantém-se mesmo quando os The Voidz se aventuram por atmosferas mais ruidosas. Neste projecto a ordem é para experimentar ainda mais, distorcer muito e provocar os melómanos. Depois de “Tiranny”, o disco de estreia, Julian Casablancas e os Voidz regressam em 2018 com um novo disco, “Virtue”.

A CA Notícias estará presente na edição deste ano do festival nos próximos dias 19, 20 e 21 Julho e trará toda a informação sobre o Super Bock Super Rock 2018. Poderá saber mais sobre o festival aqui. 

, Omar Sy e Netflix colaboram numa série sobre Arsène Lupin

Omar Sy e Netflix colaboram numa série sobre Arsène Lupin

, MEO Marés Vivas 2018 – Horários do primeiro dia, 20 de julho

MEO Marés Vivas 2018 – Horários do primeiro dia, 20 de julho