em , , , ,

Super Bock Super Rock – O resumo do segundo dia, 20 de Julho

Arrancou mais um Super Bock Super Rock, a 24.ª edição. De 19 de julho a 21 de julho, o Festival promete animar o Parque das Nações com um cartaz diversificado. Lê agora o resumo de alguns concertos que marcaram o segundo dia do SBSR. Prof Jam | Oddisee & Good Company | Slow J | Luís Severo | Anderson .Paak & The Free Nationals | Ermo

Arrancou mais um Super Bock Super Rock, a 24.ª edição. De 19 de julho a 21 de julho, o Festival promete animar o Parque das Nações com um cartaz diversificado. Lê agora o resumo de alguns concertos que marcaram o segundo dia do SBSR.

Para que seja possível planear atempadamente o roteiro dos concertos a não perder nos quatro palcos do 24º Super Bock Super Rock.

Consulta toda a informação sobre o festival aqui. 

ProfJam | Palco EDP

Surpreendeu, acima de tudo pela resiliência. Com dois momentos em que o som do palco foi abaixo, ProfJam manteve-se fiel ao público que continuava a cantar mesmo sem as colunas. Não será de estranhar se numa futura edição conseguir repetir o percurso de Slow J e alcançar o palco principal do SBSR.Profjam Sbsr

Oddisee & Good Company | Palco EDP

Será soul, será rap? Porque não os dois unidos numa só música. Foi esta a proposta de Oddisse que fez-se acompanhar pelos Good Company, num dos concertos que mais puxou para a dança debaixo da pala do Pavilhão de Portugal. Fica ainda o registo da parceria em palco com Olivier St. Louis, que tinha aberto esse mesmo palco, e deixado muita gente a pesquisar o seu nome no google para mais tarde voltar a ouvir.

Oddisee Sbsr

Slow J | Palco Super Bock

A consagração  de um caminho que o tornou uma das principais referências no panorama nacional. Se o ano passado, antes de subir ao palco secundário, tivessem dito a João Baptista Coelho, mais conhecido por Slow J, que iria actuar no ano seguinte no palco principal do festival e que teria mais assistência do que os The xx tiveram, muito provavelmente o artista de Setúbal teria duvidado que fosse possível. Mas é verdade, para uma plateia que ainda não se tinha visto até então no SBSR, Slow J celebrou o momento que está a viver. Apesar de estarem “bué de pessoas”, como Slow J referiu, “The Art of Slowing Down” chegou a cada uma delas. No palco para ajudar na celebração passaram vários amigos, como Nerve, Papillon, Plutonio, Carlão e Richie Campbell – este último levou o artista setubalense para o Porto para actuarem nessa mesma noite no MEO Marés Vivas. Um feito de loucos!

Slow J Sbsr

Luís Severo | Palco LG by Rádio SBSR

Num dia marcado pelo hip hop e pelo rap, Luís Severo manteve-se fiel a si mesmo. Temas como ‘Planície’ ou ‘Boa Companhia’ têm sido o principal combustível para dar a conhecer a obra de Luís Severo, quase como um prefácio para quem vai ficar a conhecer o restante reportório. As melodias e histórias fazem-nos sentir num porto seguro, que acabou com um “Até um dia, gostei muito. Obrigado” do cantautor português.

Luis Severo Sbsr

Anderson .Paak & The Free Nationals | Palco Super Bock

O concerto do dia no Super Bock Super Rock, que irá fazer parte de muitos tops de concerto do ano. Depois de ter feito a primeira parte de Bruno Mars no ano passado, Anderson .Paak regressou a Portugal e ao Altice Arena, acompanhado dos The Free Nationals. Apesar dos estilos diferentes, são notórias as referências comuns do espetáculo de Bruno Mars, que esteve recentemente no Rock in Rio, com as do espetáculo de Anderson .Paak.

Num estilo futurista, o espetáculo torna-se numa mistura pouco usual onde se tenta fugir a uma categorização, desde a sonoridade que mistura a soul, r&b e o hip-hop, até à performance de Anderson .Paak. Para além de cantar, o norte americano desdobra-se em tarefas, passando boa parte do concerto a dançar, rappar ou mesmo a dominar uma bateria de forma supreendente. A verdade é tudo combinado funciona praticamente na perfeição, criando um espetáculo único. Para além disso, junta-se a .Paak os The Free Nationals, que aliam a mestria no comando dos seus instrumentos com o sentido de espetáculo a um nível que não é habitual se ver.  Ao longo do espetáculo Paak soube manter a energia contagiante e criar momentos de interacção – left side / right side ou um mosh pedido por Anderson. Paak, sem esquecer o aviso “Tenham cuidado com as senhoras”. Foi pouco tempo para a festa que se estava a viver.

Anderson Paak Sbsr

Ermo | Palco LG by Rádio SBSR

Com algum atraso, à espera do público que tinha ficado a ouvir Anderson .Paak chegasse ao Palco LG, os Ermo subiram a palco já pelas 23h10. De rosto tapado, num cenário escuro só com um holofote a ditar a presença de luz e a sua ausência, a banda assume a vontade do destaque ser dado única – e quase exclusivamente – à música. Tinham para apresentar o mais recente álbum “Lo-Fi Moda”, para muitos um dos melhores álbuns nacionais de 2017. “Vem nadar ao mar que enterrra” e “Ctrl + C ctrl + V” foram os temas de arranque do concerto do duo bracarense, que  foi acumulando muito público curioso ao longo da actuação. Não será de estranhar se derem o salto para outro palco muito em breve.

Ermo Sbsr

A CA Notícias estará presente na edição deste ano do festival nos próximos dias 19, 20 e 21 Julho e trará toda a informação sobre o Super Bock Super Rock 2018. Poderá saber mais sobre o festival aqui. 

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Roman J. Israel

Roman J. Israel, Esq. estreia hoje no TVCine 1 às 21h30

O Fado está de volta aos Armazéns do Chiado

O Fado está de volta aos Armazéns do Chiado