Odisseia estreia “Trump Confidencial” no dia 7 de Janeiro

Se existem gravações comprometedoras de Trump, Tom Arnold vai encontrá-las em “Trump Confidencial” (“The Hunt for the Trump Tapes”), a aguardada série VICELAND, que chega a Portugal pelo Odisseia, no dia 7 de janeiro, às 23h30.

 

- Publicidade -

O alegado mau comportamento de Trump nos bastidores do reality show “The Apprentice”, nos bastidores do concurso “Miss Universo”, em entrevista a Howard Stern, em festas escandalosas ou ainda dentro de um elevador, são algumas das pistas que o ator e humorista, Tom Arnold, irá seguir para apurar a verdade em “Trump Confidencial”.

 

Polémica, divertida e esclarecedora, assim é “Trump Confidencial”, a série de oito episódios de trinta minutos, que o Odisseia exibe em sessão dupla, todas as segundas-feiras, às 23h30 e 23h50, de 7 a 28 de janeiro.

Nos primeiros dois episódios, “Os Ficheiros de Howard Stern” e “Cenas Cortadas do Aprendiz”, com estreia marcada dia 7 de janeiro, às 23h30 e 23h50, Tom Arnold confronta o “Rei dos Media” para perceber porque razão não divulga as entrevistas antigas a Trump e recorre a  Arnold Schwarzenegger, Penn Jillette e outros membros do elenco e da equipa de “O Aprendiz”, para recolher depoimentos sobre o alegado comportamento irascível e intimidatório de Donald Trump.

 

Na segunda-feira, 14 de janeiro, às 23h30 e às 23h50, Tom fala com jornalistas respeitados, enfrenta um ‘podcaster’ conservador, organiza um protesto à frente do escritório de Mark Burnett, produtor de televisão e amigo pessoal de Trump, e envia um dos seus produtores para a Bielorrússsia para investigar a verdade, nos episódios “A Cassete do Xixi” e “Do Xixi ao Protesto”.

 

“Nos Bastidores da Miss Universo”, o quinto episódio da série, com estreia dia 21 de janeiro, às 23h30, Tom investiga a existência de gravações que comprovam o mau comportamento de Trump nos bastidores do concurso. Às 23h50, no episódio “A cassete de Melania no Elevador”, Tom segue no encalço de uma gravação que atesta uma tentativa de assédio por parte de Trump.

 

A série termina no dia 28 de janeiro, com a exibição dos episódios Sexo, Mentiras e cassetes de Vigilância”, às 23h30 e “Michael Cohen e Eu”, às 23h50, que contam com a participação de Anthony Scaramucci, a investigação em torno da participação de Trump em festas escandalosas e as repercussões da publicação de uma selfie de Tom com o ex-advogado de Trump, Michael Cohen.

- Publicidade -