em , ,

“Toda mi gente se mueve”: a festa latina de J. Balvin no NOS Primavera Sound

J. Balvin contagiou esta sexta-feira o NOS Primavera Sound com os ritmos latinos. “Mi Gente” e “Contra La Pared” não faltaram no alinhamento.

Depois de ter passado pelo edição de 2018 do MEO Sudoeste, J. Balvin estreia-se agora no Porto, na oitava edição do NOS Primavera Sound. O músico colombiano trouxe na bagagem o seu último disco, “Vibras” (2018), e fez o público dançar com os ritmos latinos, o dancehall, champeta e bachata.

VEJA AQUI AS FOTOS DO CONCERTO:

O arranque do concerto foi ao som de “Reggaeton”, um dos grandes sucessos da carreira do músico. A euforia não baixou de nível e o concerto seguiu com “Machika”, canção que Balvin gravou com a brasileira Anitta.

No alinhamento seguiram-se os temas do novo disco, que foram recebidos com entusiasmo. A meio houve ainda “Downtown”, canção do colombiano com Anitta e “Con Altura”, em parceria com a espanhola Rosalía, que fez a multidão dançar e cantar a uma só voz.

“Bum Bum Tam Tam”, de MC Fioti, também não ficou fora do alinhamento, que contou ainda com “I Like It”, tema com Cardi B e Bad Bunny, “Contra La Pared” ou “X (Equis)”.

Ao longo de aproximadamente uma hora e meia, J Balvin jogou todas as cartadas com que conquistou o mundo – em palco, apesar da apostar no reggaeton, o músico faz uma aposta em vários estilos. O público alinhou na festa do colombiano, o que prova que a música latina continua na moda – a música latina ganhou popularidade em todo o mundo em 2016 do graças a “Despacito”, de Luis Fonsi, e a “Mi Gente”.

“Obrigado pelo carinho. Obrigado Primavera Sound”, agradeceu o cantor colombiano, numa noite que levou o público do Primavera Sound ao rubro.

A oitava edição do NOS Primavera Sound no Porto termina no sábado, 08 de junho, com passes gerais a 117 euros e bilhetes diários a custarem 60 euros. No último dia do festival vão marcar presença nomes como Rosalía, Erykah Badu, Jorge Ben Jor ou Hop Along. Cerca de 20 mil pessoas deverão marcar presença no Parque da Cidade do Porto – a fasquia das 30 mil pessoas conseguida em 2018 não se deverá repetir este ano – após críticas de alguns festivaleiros que mostraram a sua desilusão em relação ao cartaz da edição de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Slay the Spire - Trailer de lançamento (Nintendo Switch)

Slay the Spire – Trailer de lançamento (Nintendo Switch)

NOS Primavera Sound: Rosalía, o prato forte do último dia do festival

NOS Primavera Sound: Rosalía, o prato forte do último dia do festival