in

LOWLANDS – Abril Dança em Coimbra

, LOWLANDS – Abril Dança em Coimbra

LOWLANDS – Abril Dança em Coimbra

Teatro & Arte | Dança


Convento São Francisco

Grande Auditório

Classificação Etária

Maiores de 12 anos

Bilhete Pago

A partir dos 3 anos

Promotor

Câmara Municipal de Coimbra

Sinopse

Uma área onde a terra está próxima ou abaixo do nível do mar, é chamada planície, Lowlands.
Lowlands refere-se também à teoria de Freud, que compara a mente a um iceberg  flutua com um sétimo do seu volume acima da água, a única parte visível. Nesta peça para oito intérpretes, o criador mergulha abaixo do nível do mar, na mente inconsciente, e guia os artistas e público numa viagem através da sala de espera mental, onde os pensamentos permanecem até conseguirem atrair o olhar do consciente. Ressurgem instintos primitivos (desejos, medos, vontades, crenças, ansiedades, etc) e impulsos mantidos à distância, não dissimulados pelos maneirismos da etiqueta para adultos. A fisicalidade ligada ao inconsciente torna-se a personagem principal; o corpo o seu recurso. Num encontro entre pessoas num espaço vazio, a procura por uma essência comum poderá facilitar uma visão mais profunda da nossa vida quotidiana e da nossa identidade pessoal e coletiva. Através de uma estética de dança e teatro de elevado nível físico e experimental, visita-se o mundo de sombra da existência, de histórias internas que se desdobram para além da linguagem e da palavra.

Ficha Artística

Conceito, direção e coreografia: Hélder Seabra
Assistente de criação e ensaiadora: Mafalda Deville
Criado e interpretado por: Afonso Cunha, Deeogo Oliveira, Joana Couto, Lea Siebreht, Mário Araújo, Mercedes Quijada, Pedro Matias e Sara Santervás
Estagiários à interpretação: Gustavo Magalhães e Marta Cardoso
Composição e interpretação musical: Stijn Vanmarsenille

Direção técnica e desenho de luz: Joaquim Madaíl
Cenógrafo: Israel Pimenta
Design de figurinos: Pedro Ribeiro
Assistente de figurinos: Maria Afonso Coelho
Produção: Instável – Centro Coreográfico Produção
Executiva: Rita Santos
Coprodução: Teatro Municipal do Porto
Apoios: Azeite Tojeira, Erva Daninha, Lupralnorte, Plastiborracha Lda e Planoconforto, Construções Lda. 
Um projeto da Instável em coprodução com o Teatro Municipal do Porto, uma encomenda para o 90º aniversário do Rivoli Teatro Municipal
 
Hélder Seabra é um prolífico criador, intérprete e formador, atualmente a residir na Bélgica. Iniciou o seu percurso no Ginasiano no Porto e na P.A.R.T.S., de Anna Teresa de Keersmaecker, em Bruxelas. Em paralelo, foi intérprete da Companhia Instável em criações de Ronit Ziv, Javier Frutos e, em 2004, Wim Vandekeybus/Ultima Vez para a remontagem de “Les Porteuses de Mauvaises Nouvelles”, numa coprodução com a Instável.
Desde então, tem trabalhado como intérprete e assistente de Wim Vandekeybus, Sidi Larbi Cherkaoui, Damien Jalet e de outros coreógrafos de renome internacional, em projetos aclamados pela crítica. Em 2013 fundou a Incognitus vzw, estrutura com a qual tem vindo a desenvolver o seu próprio percurso artístico, em colaboração com outros artistas.


A Instável é uma estrutura sediada no Porto, apoiada pela República Portuguesa – Cultura / Direção Geral das Artes, cuja missão se centra no desenvolvimento da dança contemporânea do país e da cidade, e na criação de oportunidades profissionais para jovens intérpretes. Fundada em 1999 por Ana Figueira, ao longo de cerca de 10 anos, deu-se a conhecer através dos vários projetos de Companhia, tendo em 2011 mudado para o Teatro Campo Alegre, onde amplia e consolida o seu trabalho, dando início ao seu caráter de Centro Coreográfico.

Atualmente, a Instável – Centro Coreográfico é um espaço vivo e informal, por onde passam múltiplos criadores e intérpretes da cidade; uma incubadora de experimentação e criação, um centro de estímulo e desafio, um espaço de encontro, trabalho e aprendizagem, de colaboração e convívio. Promove um conjunto de projetos complementares e comutativos, que pretendem apoiar criadores e intérpretes em diferentes fases do seu trabalho e atuar sobre todo o ciclo das artes performativas, entre a criação e a receção artística.

Informações Adicionais

 
Para adquirir bilhetes de Mobilidade Reduzida, por favor, contacte a bilheteira do Convento São Francisco (diariamente entre as 15h00 e as 20h00, através do telefone n.º 239 857 191, ou envie mail para: bilheteira@coimbraconvento.pt)
 
Classificação etária: M/12. Não é permitida a entrada a crianças com -3 anos. Ao abrigo do art.º 26 do decreto-lei 23/2014 de 14 fevereiro, Os menores de três anos só podem assistir aos espetáculos classificados Para todos os públicos desde que a lotação do recinto seja reduzida em 20%.
 
INFORMAÇÕES ADICIONAIS
– Uso de máscara obrigatório
– Interdita entrada após o início do evento
– Respeite o distanciamento físico e a sinalização do espaço
– Respeite as indicações dos assistentes no recinto
 
 

Preços

  • Cadeiras Orquestra – 8€
  • 1ª Plateia – 8€
  • 2ª Plateia – 6€
  • Balcão – 6€

Descontos

  • menor ou igual a 65 anos
  • estudante*
  • Estudantes
  • grupo10 pax
  • Grupos*
  • menor ou igual a 65 anos*

Sessão

03 abr 2022 18:00

Duração

25 horas e 30 minutos

Abertura Portas

17:30

Intervalo

Sem Intervalo.

Comprar Bilhete

, LOWLANDS – Abril Dança em Coimbra

, Ben Fest 4 | *SIGA* | ARCM

Ben Fest 4 | *SIGA* | ARCM

, A MAIOR FLOR DO MUNDO – Abril Dança em Coimbra

A MAIOR FLOR DO MUNDO – Abril Dança em Coimbra