Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

LCD Soundsytem em Lisboa – A celebrada ressurreição da banda de James Murphy

Os LCD Soundsystem tinham acabado em 2011, mas voltaram aos palcos em 2016 com mais vontade que nunca. Em alusão ao documentário realizado sobre a banda, enviamos um pedido a James Murphy: “Shut up and keep playing the hits!”. A análise do 2º concerto da banda no Coliseu de Lisboa.

A banda liderada por James Murphy tomou de assalto o Coliseu dos Recreios em Lisboa durante três noites seguidas, tendo sido estes os últimos concertos da tour europeia. E que melhor maneira de terminar uma longa digressão, do com o Coliseu cheio nas três noites e uma temperatura bastante elevada, que poderá ter contribuído para a total descompressão do público presente?

Na segunda noite (a qual tivemos o prazer de assistir), após uma hora de actuação de DJ Shit Robot, os LCD Soundsystem irromperam em palco sem interregno e durante duas horas tornaram o Coliseu numa autêntica discoteca em que ninguém podia parar. O concerto iniciou com Oh Baby, a música que também abre o excelente disco “American Dream” lançado no ano passado, considerado por muitos um dos melhores álbuns editados em 2017 (inclusive por nós).

Os nossos álbuns preferidos de 2017

 

Seguiu-se You Wanted a Hit de “This is Happening” e rapidamente James Murphy repara em algo digno de destaque. O líder dos LCD Soundsystem afirmou em voz alta que não tinha visto tão poucos telemóveis num concerto no espaço de 2 anos e meio. A afirmação não pareceu de todo descabida, pois foi refrescante assistir a um concerto em que a maior parte do público queria sentir a música a desenrolar-se e não estava mais preocupada em captar esses momentos com as suas câmaras.

Com Tribulations, proveniente do primeiro disco da banda de Nova Iorque, confirmou-se aquilo que já se suspeitava, ninguém ia parar de dançar naquelas duas horas. De seguida, apareceu I Can Change, música “imortalizada” no FIFA 11, e que poderá ter um significado especial neste contexto de regresso.

James Murphy é a estrela mais conhecida deste elenco, mas o resto da banda comporta-se de forma fenomenal em palco, com especial destaque para Nancy Whang e Pat Mahoney. Todas as músicas são interpretadas com intensidade suficiente para ficarmos admirados e muitas delas são apresentadas com roupagem diferente, dando uma sensação nova a cada uma delas.

Se em relação aos elementos da banda estamos conversados, interessa também falar do cenário do espectáculo. Com a “típica” bola de espelhos por cima da banda, o palco estava recheado de instrumentos analógicos e de tantos outros digitais, criando a impressão de um ambiente acolhedor. No aspecto das luzes, o espectáculo revelou-se muito forte, mas um pouco excessivo e desorientador com os constantes flashes emitidos.

A meio da actuação ouve-se a Daft Punk Is Playing At My House, um dos clássicos incontornáveis dos LCD Soundsystem, mas numa versão bem mais acelerada. E a partir daí, tivemos direito aquela que poderá ter sido a sequência vencedora do dia com Movement e Yeah, imediatamente a seguir à música inspirada na dupla de DJ’s franceses. Foram dos minutos mais intensos e dancáveis que o Coliseu já teve o prazer de receber.

Até ao encore, o entusiasmo manteve-se com as interpretações de Someone Great, Tonite, Home e a “surpresa” pela qual não esperávamos New York, I Love You But You’re Bringing Me Down. Segundo James Murphy, esta música já iria ser tocada naquela noite, e que não foi influenciado em nada pelo cartaz existente no meio do público a pedi-la. Apesar de ter sido editada em 2007 no álbum “Sound of Silver”, a verdade é que se mantém bastante actual com as políticas de GDPR deste ano, quando James Murphy exclama “Take me off your mailing list”.

Do encore de quatro músicas, os LCD Soundsystem revisitaram o último álbum mais duas vezes com How Do You Sleep? e Emotional Haircut. Mas foi com Dance Yrself Clean e All My Friends que o concerto acabou em grande. “Where are your friends tonight? If I could see all my friends tonight” foi cantado a plenos pulmões por todo o público no Coliseu.

Não sabemos se esta ressurreição dos LCD Soundsystem é melhor que a primeira vida, mas uma coisa é certa. Queremos que continuem a editar música nova e a trazer-nos novas experiências ao vivo.

 

Setlist (da 2ª noite)

Oh Baby
You Wanted a Hit
Tribulations
I Can Change
Get Innocuous!
Call the Police
Yr City’s a Sucker
Daft Punk Is Playing at My House
Movement
Yeah
Someone Great
Tonite
Home
New York, I Love You But You’re Bringing Me Down

Encore:

How Do You Sleep?
Emotional Haircut
Dance Yrself Clean
All My Friends

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar está a concordar com a utilização dos mesmos. Pode saber mais consultando a nossa Politica de Privacidade. AceitarSaber mais

X