in

Juve Leo ataca claques benfiquistas e chama-as de «assassinos»

Juventude Leonina, assassinos, Marco Ficini, Juve Leo ataca claques benfiquistas e chama-as de «assassinos»

A polémica com a morte de Marco Ficini, adepto que foi atropelado mortalmente no passado sábado alegadamente por adeptos do Benfica, ainda não terminou e a Juventude Leonina emitiu hoje um comunicado sobre mais um incidente.

A claque sportinguista nunca refere o nome das claques das águias, mas, pelas palavras utilizadas para lamentar o ato ocorrido na segunda-feira, deixa bem claro para quem o comunicado é dirigido.


“A Associação Juventude Leonina, Claque devidamente legalizada, vem por este meio esclarecer o que se passou com a coroa de flores de homenagem ao Marco, adepto cobardemente assassinado por elementos de claques ilegais”, começa por ler-se no comunicado. A Juve Leo diz depois que, após o derby de sábado, “a coroa foi colocada na fachada principal” da sede da claque, mas que na tarde de ontem “altura em que mais uma vez os cobardes passaram por lá”, a coroa foi colocada “na zona onde as claques depositam o lixo para este ser levado pelas empresas que tratam deste efeito”.

A claque mais antiga de Portugal queixa-se ainda de continuar o “desrespeito” pela memória de Marco Ficini, “desrespeito não só nesta atitude lastimável mas também nos vários comentários de alguns adeptos de outros clubes inaceitáveis depois de tudo o que se passou”.

O comunicado termina com a Juventude Leonina a frisar que “desde o primeiro momento está em total sintonia com os irmãos da Fiorentina” e que irá “prestar auxílio no que for preciso”. “Os assassinos em Portugal só têm uma cor!!», lê-se ainda no final do comunicado.

, Estágio em Tróia para conhecer plantel

Estágio em Tróia para conhecer plantel

, Newcastle confirma promoção e regresso à Premier League um ano depois

Newcastle confirma promoção e regresso à Premier League um ano depois