em ,

A história do Street Fighter

O Street Fighter tem mais de 30 anos de existência e acho que não há ninguém no mundo que nunca tenha ouvido falar do Street Fighter ou que, pelo menos, não tenha simulado um Hadoken para um amigo.

O Street Fighter tem mais de 30 anos de existência e acho que não há ninguém no mundo que nunca tenha ouvido falar do Street Fighter ou que, pelo menos, não tenha simulado um Hadoken para um amigo.

Capa

Desde o primeiro lançamento em 1987 para arcades, muita coisa saiu a partir do Street Fighter… desde jogos a séries; filmes, tudo e mais alguma coisa! Neste vídeo vou-me centrar nos jogos originais da série, mas também mencionar alguns dos spin offs. Obviamente que esta é a minha interpretação da história, tu poderás ver as coisas de outro modo e, por isso mesmo, deixa nos comentários se não concordas comigo em algo e vamos conversar sobre isso, para todos aprendermos algo!

Sf1

Então vamos lá para 1987. No dia 30 de Agosto saía o primeiro Street Fighter. Este jogo não foi um sucesso na altura, mas introduziu um monte de coisas que ainda hoje são um marco para quase todos os jogos de combate. É o exemplo do murro fraco e forte e pontapé forte e fraco. Isto foi introduzido neste jogo e, ainda hoje, 90% dos jogos usam este sistema. Outra coisa que foi introduzida foi as combinações para fazer, neste caso, o Fireball, Dragon Punch e o Hurricane Kick. O fireball, então, é usado em quase todos os jogos que têm bolas de fogo!! E é sempre igual: baixo, diagonal frente, frente, murro.

A história era super simples: Ryu entra num torneio de artes marciais e no fim ganha a Sagat, tornando-se campeão do mundo. Entretanto, na luta, ao derrotar Sagat com um Dragon Punch, abre aquela grande cicatriz que ele tem nos títulos seguintes. Este facto até foi retratado no Street Fighter II: The Animated Movie (cena do filme*1), filme de anime que saiu em 1994.

A Capcom, durante os anos, foi misturando e alterando a história do jogo. Por exemplo, anos mais tarde, com o aparecimento do SF Alpha, a Capcom mudou esta história, fazendo com que Ryu perdesse para  Sagat e este, num acto de misericórdia, tenta ajudar Ryu. Este, por sua vez, ao ser possuído pelo Mal, transforma-se no Evil Ryu e manda um Dragon Punch pela calada a Sagat, ganhando assim o torneio. Sagat, desesperado, passa a trabalhar com a Shadaloo liderada por M. Bison.

Street Fighter Alpha 3

Em 1995, sai o Street Fighter Alpha. Obviamente que este jogo saiu depois do Street Fighter 2, mas estou a seguir a ordem cronológica da história, e este jogo vem contar a história entre o Street Fighter 1 e o 2. Tanto o Alpha 1 como o Alpha 2 contam a história entre os jogos, mudando alguns finais.

Ryu é, neste momento, o Lutador mais famoso do mundo! Depois de ganhar a Sagat, este cria uma desforra. Ken queria defrontar Ryu, que sempre foi o seu maior rival e companheiro de treino, até porque ambos foram treinados por Gouken, que foi morto por Akuma.

Akuma, por seu lado, tem um interesse em Ryu, por este ter um lado negro e acaba por defrontá-lo na sua ilha.  No entanto, Ryu consegue escapar, não sem antes Akuma o avisar que se entrar para as trevas ficará mais forte.

Depois temos a Sakura que queria conhecer o seu ídolo… como estão a ver, todos os caminhos vão dar a Ryu.

Shadaloo, um grupo criminoso liderado por M.Bison, está a ser alvo de tentativas para ser derrubado por várias pessoas. Charlie, um militar das forças aéreas americanas, é um deles. Outro é Chun-Li que quer vingar a morte do seu pai e também temos Rose. Ou seja M.Bison é um alvo a abater! Mas M.Bison tem a sua atenção virada para Ryu, já que, segundo ele, Ryu tem o corpo ideal para receber a sua alma, visto que Ryu até tem abertura para o lado negro.

Street Fighter Alpha 3 Hd Wallpapers 33703 5481478

A história segue para o Street Fighter Alpha 3. As lutas de rua continuam… agora M.Bison e os cientistas da Shadaloo criam uma arma de destruição massiva chamada Psycho Drive. Esta arma tanto serve para recarregar os poderes de M.Bison, como para destruir tudo e mais alguma coisa! Não sendo 100% correcta, esta máquina acaba por ser destruída e tudo indica que tenha sido Charlie e Guile a destrui-la… mas as investigações são inconclusivas.

M.Bison fica vulnerável com o desaparecimento da máquina, então ele e o Ryu, entretanto já corrompido pelas forças do mal, lutam contra Ken, Sagat e Sakura. Porém, desta vez Sagat leva a melhor e derrota o Ryu, que acaba por ganhar a sua consciência de volta, libertando-se de toda a energia negativa, passando-a para cima de M.Bison, mandando-o desta para melhor! Mas a sua alma não é destruída e acabam por conservá-la no corpo de Rose e irão criar mais tarde um clone do seu corpo.

Street Fighter Ii 1527561740641 V2 1200x675

E é agora que a história vai para o Street Fighter 2 e todos os seus jogos, aliás, deve ser um dos jogos com mais versões do mundo!

Saído originalmente em 91, com os anos foram adicionando mais personagens. A versão original tinha apenas 8 personagens jogáveis, a versão de 94, Super Street Fighter 2 Turbo, já permitia escolher os 4 bosses e ainda 4 personagens novos.

M.Bison decide criar um torneio mundial e convida os melhores lutadores do mundo. A ideia dele é tentar lavar o cérebro aos lutadores para os usar como seus servos na Shadaloo. No entanto, aqui, os criadores do jogo decidiram deixar tudo na cabeça dos jogadores. Nem há um seguimento lógico e tens vários fins diferentes. Blanka, por exemplo, encontra a Mãe; com o personagem Guile, aparece a sua família e pede para não matar o M.Bison… enfim, cada um tem um fim diferente, sem nenhuma lógica em relação à história. A única coisa que sabemos é que Akuma, com o seu ataque do demónio enraivecido, mata M.Bison de vez, porque o seu ataque mata até a alma.

E para baralhar ainda mais, vamos agora para o Street Fighter 4… sim saltamos o 3 porque, na história, o Street Fighter 3 vem depois.

Street Fighter Iv Setup Free Download

O Street Fighter 4 saiu em 2008 e, tal como todos os outros, recebeu alguns add ons, acabando com o lançamento do Ultra Street Fighter IV.

M.Bison está de volta do mundo dos mortos, com mais um corpo clonado… pelos vistos, este é melhor que a ovelha Dolly!!!! E quem está de volta também é Gouken… sim… o mestre de Ken e de Ryu.

Com todas as experiências que M.Bison fez para criar um hospedeiro da sua alma perfeito, ele criou alguns seres geneticamente modificados. Abel era um deles, que mais tarde foi libertado do poder de M.Bison por Charlie; o outro ser era Seth, que não ganhou uma forma 100% humana como Abel, mas que tinha poderes incríveis.

Seth liderava uma divisão de Shadaloo, chamada de SIN. Ele organiza, então, um novo torneio na esperança de registar as habilidades de todos os melhores lutadores para poder copiar essas habilidades e tornar-se poderoso o suficiente para dominar o mundo. Mas M.Bison mata Seth.

Streetfighter1 1517651038 1

Agora vamos para o último jogo que saiu do Street Fighter: o Street Fighter V.

Com a saída de Sagat da Shadaloo, estes sentiram a necessidade de o substituir, contratando Fang, um cientista maluco. O plano de Fang era dominar o Mundo, criando uma operação chamada Chains. A ideia era usar uns satélites chamados de Luas Negras, para criar um impacto eletromagnético. Esse impacto ia aumentar o poder de M.Bison e assim conseguiam dominar o mundo.

O plano até seria bom, se um dos programadores raptados para criar este plano não tivesse sabotado o sistema, enviado uma série de chaves necessárias para activar as Luas Negras, para os maiores lutadores do mundo. Este programador acaba morto, criando um problema ainda maior.

Rashid, um amigo do programador, vai em busca de vingança e com ele vai um grupo liderado por Helen, uma russa bem jeitosa que já tinha conseguido ressuscitar Charlie.

Por outro lado, Karin Kanzuki, que contratava ex membros da Shadaloo entre eles Birdie, Rainbow Mike e Ibuki, também consegue reunir alguns lutadores através da sua influência para reunir as chaves que estavam definidas em peças de xadrez.

Ryu, por sua vez, continua a lutar contra os seus demónios interiores e sente-se instável para para ajudar… para piorar as coisas, este está a ser perseguido por Necalli.

Ryu, entretanto, consegue lutar contra os seus demónios interiores, “deixando o lado negro da força” e volta ao normal, acabando por destruir Necalli.

Fang não consegue levar o seu plano avante e Charlie, num acto heróico, sacrifica-se para enfraquecer Bison… assim Ryu consegue matar, mais um vez, Bison.

Helen informa os seus superiores que destruíram a Shadaloo, e é revelado que a superior de Helen é Gill, o boss final do Street Fighter 3, mas já lá vamos.

Balrog, aquele lutador completamente inspirado no Mike Tyson, mas que não morde orelhas, encontrou um menino chamado Ed. Este Ed era mais uma experiência da Shadaloo para hospedar a alma de Bison. Sabendo do valor de Ed, Balrog rapta o rapaz e acaba por tornar-se o seu mentor, ensinando-lhe boxe. Entretanto, ficamos a saber que este já teria poderes psíquicos.

Com Shadaloo destruída, ambos ficam sozinhos e acabam por criar uma ligação forte. Ed é avisado por Menat, um vidente, que aproximavam-se tempos difíceis e, como ele era um corpo criado para Bison e como Bison tinha, supostamente, morrido mais uma vez, Ed acaba por abandonar Balrog e, juntamente com Falke, encontra a Neo Shadaloo.

290047

Chegamos então ao Street Fighter 3 e ao tempo dos Illuminati, uma sociedade secreta que supostamente domina o mundo.

Gill é quem manda na sociedade secreta, que tenta reunir os melhores lutadores para lutarem a seu lado no domínio do mundo. Para encontrar os lutadores, já sabem como é… Gill organiza um Torneio.

Um dos heróis do jogo é Alex, uma mistura do Hulk Hogan com o Axl Rose, que tenta vingar o seu amigo Tom, pois este foi parar ao hospital depois de lutar contra Gill. E acaba por conseguir a sua vingança. Entretanto Ken Masters treina Sean e Ryu continua o seu treino, porque um bom aluno nunca acaba de estudar.

 

Agora que já contei toda a história, vou deixar aqui alguns spin offs e também alguns Crossovers do Street Fighter:

Em 1990, antes do sucesso explodir com o lançamento do Street Fighter 2, a Capcom lançou para a Nes o Street Fighter 2010, onde controlamos o Ken, mas com implantes Cybernéticos.

Em 1996 saiu o Super Puzzle Fighter II Turbo, um jogo tipo Collums, mas com personagens do Street Fighter. Na altura saiu para arcade, PS1, Saturn, Dreamcast, Pc etc…

Ultimate Marvel Vs Capcom 3 2

Um dos mais icónicos crossovers com o Street Fighter saiu em 96 e foi o X-Men vs Street Fighter. Foi lançada para a PS1 e para a Saturn. Este jogo foi importante porque foi o que introduziu o Tag Team no Street Fighter, algo que já se via em jogos como o King of Fighters.

E numa altura em que o Tekken e o Virtua Fighter faziam furor, foi a altura escolhida pela Capcom para também se lançar nos jogos 3D. Lançaram, então, o Street Fighter EX, um dos piores jogos do Street Fighter alguma vez feitos… e já o Mortal Kombat tinha falhado quando tentaram fazer esta transição para 3D. O Street Fighter EX saiu em 1996 para Arcade. Mas eles não ficaram por aqui… lançaram 3 versões deste jogo: a normal, a Street Fighter EX Plus  e a Street Fighter EX Plus α. e duas continuações com o Street Fighter EX 2 e 3.

Depois do relativo sucesso do crossover com os X-men, foi a vez dos personagens da Marvel passarem pelo mundo do Street Fighter com o Marvel Super Heroes vs Street Fighter, saído em 1997 para Arcade, Saturn e Ps1. Logo no ano seguinte sai o Marvel vs Capcom: Clash Of Super Heroes, que põe a Marvel contra tudo o que é personagem da Capcom: desde o Street Fighter até ao Mega Man, tudo vai ser metido ao barulho neste jogo. Dois anos depois saiu a continuação com Marvel Vs Capcom 2.

Fazer crossovers com os personagens do Street Fighter fez sucesso, então… “vamos lá apertar a mama até dar leite”. Desta vez trouxeram o universo da SNK.

A SNK são os criadores do King of Fighters, e sai o Capcom vs SNK: Millennium Fight 2000 que traz para a mesa personagens do King of Fighters, Fatal Fury, Samurai Showdown, Art of Fighting entre outros. Importante frisar que a SNK já se tinha juntado antes à Capcom e lançado dois crossovers anteriores, mas não eram jogos reais de porrada. Em 2001, como é óbvio, saiu o segundo jogo Campcom vs SNK 2, com ainda mais personagens.

Street Fighter X Tekken Vega Raven 1280.0

Mais um crossover lançado desta vez em 2008 para a Wii, foi o Tatsunoko vs Capcom: Cross Generation Of Heroes, em que o mundo de Tatsunoko embate com o mundo Capcom e, como podem ver, crossovers é o que não falta no universo do Street Fighter. Mas não ficou por aqui… temos ainda o Marvel vs Capcom 3: Fate Of Two Worlds, o Ultimate Marvel vs Capcom 3, Street Fighter X Tekken, o RPG para a nintendo DS Project X Zone 1 e 2, o Street Fighter X Mega Man e o Marvel vs Capcom: Infinite.

Além disso, os personagens do Street Fighter fizeram aparições em vários jogos e séries, e vou deixar aqui alguns de rajada, só para este vídeo não ficar com 10 partes!

Varth: Operation Thunderstorm, Breath Of Fire numa sala secreta tens lá a Chun-Li a treinar, Mega Man X, Cyberbots: Full Metal Madness, Rival Schools: United By Fate, Fighter Maker, Cannon Spike, Final Fight: Streetwise, American Dad vs Family Guy Kung Fu II, Tekken 7: Fated Retribution, Power Rangers Legacy Wars para mobile…

 

Também há filmes e series do Street Fighter, mas isso fica para outro artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cave do Markl será recriada na Comic Con Portugal

Cave do Markl será recriada na Comic Con Portugal

Liga Revelação - Plantel A. Académica de Coimbra - OAF: uma equipa

Liga Revelação – Plantel A. Académica de Coimbra – OAF: uma equipa, dois pares de gémeos