in ,

Fotografias de Frida Kahlo em exposição no Porto

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle
0

A exposição Frida Kahlo – As Suas Fotografias revela a intimidade da artista mexicana e dá a conhecer uma nova perspectiva sobre a vida turbulenta de uma das figuras mais misteriosas e emblemáticas da arte latino-americana.

Desde a primeira apresentação, na Cidade do México, em 2009, a exposição tem viajado pelo mundo inteiro, contando já com mais de meio milhão de visitantes em quinze cidades distintas. Depois de passar por Lisboa em 2012, a cidade do Porto recebe agora a exposição até ao dia 4 de novembro, no Centro Português de Fotografia (antiga Cadeia e Tribunal da Relação do Porto).

Apesar da importância que a fotografia tinha para Frida, a maior parte da sua coleção de fotografias esteve escondida do público durante várias décadas. Quando morreu, em 1954, o marido e também artista Diego Rivera doou a casa onde viveram – conhecida como Casa Azul, situada na Cidade do México – para que fosse transformada num museu sobre a vida e a obra de Frida. Este foi o início daquele que é hoje o Museu Frida Kahlo, um dos museus mais conhecidos no mundo.

Embora Diego tenha doado os quadros e objetos de Frida ao museu, o restante espólio da mulher manteve-se, a seu pedido, longe dos olhos curiosos do público. Foi esta a principal razão para que este arquivo pessoal se mantivesse fechado durante cinco décadas.

Foi apenas em 2003 que o arquivo foi revelado e uma parte das fotografias foi transformada nesta exposição, com a curadoria de Pablo Ortiz Monasterio, famoso fotógrafo e historiador de fotografia mexicano. Frida Kahlo – As Suas Fotografias dá a conhecer 241 fotografias inéditas que representam diversas fases e pessoas da vida de Frida Kahlo.

A exposição está dividida em seis secções: Origens; Casa Azul; Política, Revoluções e Diego; Corpo Acidentado; Amores; e Fotografia. É possível ainda assistir a um documentário sobre a vida da artista.

A fotografia teve sempre um papel importante na vida de Frida. Os seus pai e avô eram fotógrafos profissionais e ela mesma era apaixonada por esta arte. Numa entrevista concedida à Rádio CBC, Pablo Ortiz Monasterio acrescenta que a própria coleção de fotografias, a forma como foi agrupada e trabalhada, constrói um retrato de Frida.

Parte das receitas de bilheteira reverte para a Associação Salvador, que apoia pessoas com deficiência motora.

A exposição estará patente até ao dia 4 de novembro, no Centro Português de Fotografia (antiga Cadeia e Tribunal da Relação do Porto), podendo ser visitada todos os dias, das 10h às 19h.

CA Notícias | Entretenimento, desporto, tecnologia e lifestyle

George Clooney é o ator mais bem pago no mundo, segundo a revista ‘Forbes’

Highlights | Resumo: Benfica 1-1 Sporting (Liga 17/18 #16)

Highlights | Resumo: Benfica 1-1 Sporting (Liga 17/18 #16)