em , ,

Crítica Cinema – Han Solo: Uma História de Star Wars

Han Solo: Uma História de Star Wars é o novo filme da eterna saga Star Wars, ou Guerra das Estrelas em Português, realizado por Ron Howard e protagonizado por Alden Ehrenreich, Woody Harrelson, Emilia Clark e Donald Glover. Desta vez, é contado um pouco do passado da emblemática personagem Han Solo, de uma forma bastante divertida, que vai cativar os maiores fãs do universo de George Lucas, especialmente os que têm um carinho especial pelo Han e pelo companheiro Chewbacca. Será que consegue ir para além disto, e acrescentar algo de significativo à franquia?

Han Solo: Uma História de Star Wars é o novo filme da eterna saga Star Wars, ou Guerra das Estrelas em Português, realizado por Ron Howard e protagonizado por Alden Ehrenreich, Woody Harrelson, Emilia Clark e Donald Glover. Desta vez, é contado um pouco do passado da emblemática personagem Han Solo, de uma forma bastante divertida, que vai cativar os maiores fãs do universo de George Lucas, especialmente os que têm um carinho especial pelo Han e pelo companheiro Chewbacca. Será que consegue ir para além disto, e acrescentar algo de significativo à franquia?Solo Han Solo Chewbacca Still 1 761b6c05

Numa jornada pelo mundo obscuro do crime, Han (Alden Ehrenreich) afirma-se como um “outlaw”, descobrindo-se a si mesmo enquanto conhece Chewbacca, Beckett e Lando Calrissian. O filme é bastante divertido, capaz de empolgar tanto os fãs de longa data, que certamente se sentem atraídos por uma história dedicada a uma personagem tão amada ao longo dos anos, mas também as novas gerações, que entraram no universo pela porta que J. J. Abrams abriu em 2015. Solo é bem executado a nível técnico, tendo todas aquelas sequências de acção típicas da saga, ao mesmo tempo que é bem sucedido em contar uma história bem desenvolvida e estruturada, ainda que esta se perca um pouco na adrenalina dos momentos alongados de acção, mas nada que não se recupere e que prejudique severamente o enredo.Landscape 1522163215 Hs 353488 R

No entanto, é preciso olhar para além disto, e reflectir se realmente algo de novo e assim tão especial é acrescentado à saga como um todo. O filme não arrisca muito, mantendo-se nos limites para agradar aos fãs e às massas. Algumas personagens e alguns aspectos do passado de Han acabam por não ser explorados a fundo, como podiam ter sido, deixando coisas por dizer. Mesmo a nível psicológico, a personagem que Harrison Ford imortalizou podia ter sido melhor explorada. Alden Ehrenreich faz um bom trabalho na pele de Han Solo, mas sente-se que não havia muito que podia ser feito da sua parte, pois a personagem está muito associada a Ford. A maneira de falar, os gestos e maneirismos que Ehrenreich executa acabam por ser não uma interpretação da personagem, mas uma imitação da interpretação de Harrison Ford. Mais não se podia esperar, quando a personagem está fortemente ligada a este.Solo Image Gallery08 Eac1bfeb

No final de contas, Solo: a Star Wars story acaba por ser um filme bastante bom. Não é extraordinário, nem é uma adição significativa à saga e ao enredo canónico, mas não deixa de ser um filme divertido e empolgante para qualquer tipo de fã, envolvendo-nos numa jornada pelo mundo do crime. Não há grandes decisões arriscadas, nem uma exploração aprofundada do passado de Han Solo e das personagens à sua volta, mas não deixa de ser um bom filme. Alden Ehrenreich rejuvenesce a personagem, mas não a consegue desassociar de Harrison Ford, na medida que não se arrisca a fazer uma interpretação sua, fazendo uma muito próxima da de Ford, mas não deixa de ter um bom desempenho. Uma história de Star Wars que não é das mais importantes, mas que é sem dúvida das mais deliciosas de se ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

João Mário: "Sabemos do nosso valor"

João Mário: “Sabemos do nosso valor”

Review Smartphone – BQ Aquaris X Pro em 2018 (COM VÍDEO)