em ,

Catappult, a consola de distribuição de apps Android multicanal, já foi lançada

2019 marca o nascimento da Catappult: a primeira consola de distribuição de apps no Mundo capaz de conectar os developers Android a múltiplas lojas de apps. Conhecida anteriormente por BDS, a Catappult devolve o poder aos developers permitindo que um único APK possa ser distribuído para uma comunidade de mais de 220 milhões de utilizadores em novos mercados, utilizando o protocolo AppCoins como sistema de pagamento oficial.

A Catappult e, por conseguinte, as AppCoins, estão já a ser utilizadas por alguns dos jogos mais populares de 2018, como o Creative Destruction, Legacy of Discord e Era of Celestials. A comunidade Catappult tem também vários incentivos, como Prioridade nos Resultados de Pesquisa, Bundles em Destaque e Escolha do Editor nas lojas de apps aderentes. Poderão alcançar vários mercados emergentes, como o Sudeste Asiático, Índia ou Brasil, graças às lojas de apps parceiras, como a Aptoide, Multilaser e Cherry Mobile.

A Catappult aposta no potencial da Blockchain, ao implementar as AppCoins, um protocolo e Utility Token descentralizado, como a solução de pagamento. Graças às AppCoins, os utilizadores que não consigam normalmente fazer compras inapp, têm agora uma forma fácil e segura de efetuar pagamentos na Blockchain. E os developers Catappult conseguirão gerir toda esta informação, de todo o ecossistema de lojas de apps disponível, num simples hub.

A Catappult utiliza ainda a Blockchain para implementar o conceito pioneiro Proof-of-Attention: Descarregar uma app e jogar por dois minutos, para receber AppCoins. “Estas ferramentas foram criadas com um objetivo: utilizar a Blockchain para desbloquear o potencial dos developers, sem cortes de lucro pouco claros ou barreiras monopolísticas”, explica Pedro Almeida, V.P. da AppCoins.

Tanto developers indie como AAA poderão usar o Proof-of-Attention para conseguir dar mais força à sua app, ao entrar numa loja de apps, oferecendo aos utilizadores a possibilidade de receber essas AppCoins para gastar nos seus jogos. Pedro Almeida reforça ainda que “A nossa visão passa por criar a estratégia de user acquisition mais credível possível. Os utilizadores, não só ganham 85% do investimento de aquisição para gastar in-app, como o developer apenas gastará esse dinheiro se a app for utilizada por, pelo menos, dois minutos”

A Catappult garante uma taxa de divisão de lucro em compras in-app em que 81% do lucro total é do developer. “A Catappult não foi criada para lucrar com o trabalho duro e com as criações dos developers. É por isso que apenas cobramos 4% em cada transação, para conseguirmos manter a plataforma estável e garantir a melhor experiência possível para a nossa comunidade”, sublinha Pedro Almeida. Os restantes 15% são distribuídos pela loja de apps e pelos fabricantes de smartphones, por forma a que cada elemento do mercado de apps possa ser valorizado e contribuir, também, para um ecossistema mais aberto e descentralizado.

De acordo com o mapa de lançamento da Catappult, a equipa de Desenvolvimento estará presente no Mobile World Congress 2019, em Barcelona, de 25 a 28 de fevereiro. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Thea: The Awakening - Trailer de lançamento (Nintendo Switch)

Thea: The Awakening – Trailer de lançamento (Nintendo Switch)

Da Tweekaz no cartaz da Galp Beach Party

Da Tweekaz no cartaz da Galp Beach Party