in

Canal História vai recriar O Fim do Mundo através de Sérgio Odeith

Sérgio Odeith, canal história, O Fim do Mundo, Canal História vai recriar O Fim do Mundo através de Sérgio Odeith

O Fim do Mundo chega a Lisboa com um dos melhores graffiters 3D a nível internacional.

Já imaginou se fossemos impactados por gigantescos asteroides, mega erupções vulcânicas ou repentinas explosões de energia provenientes do espaço exterior?


Para promover a sua superprodução, O FIM DO MUNDO sobre as ameaças do espaço ao planeta Terra, com estreia no dia 12 de fevereiro, às 22 horas, o canal HISTÓRIA juntou-se a Sérgio Odeith, artista português, reconhecido a nível internacional, pelas inovadoras incursões na chamada anamorphic art, onde se destacou pelas composições criadas em perspetiva pintadas em diferentes superfícies, como esquinas de 90º ou da parede para o chão, criando um efeito de ilusão ótica.

O objetivo é proporcionar aos portugueses uma experiência única, através da recriação tridimensional da catástrofe que seria se um meteorito atingisse a Gare do Oriente, em Lisboa.

“É com grande satisfação que realizo este trabalho com o canal HISTÓRIA. Gosto especialmente do tema escolhido, catástrofes, dado que o poder da natureza foi algo que sempre me fascinou”, refere Sérgio Odeith.

Durante cinco dias, Sérgio Odeith estará a fazer a pintura em 3D, ao vivo, relacionada com a temática “fim do mundo” e o público terá oportunidade de interagir com o artista e com a arte urbana recriada, através de fotografias que podem ser partilhadas nas redes sociais com a hashtag #OfimdomundoHistoria.

A pintura no mural, com uma estrutura de 2 painéis de 5m comprimento x 4m altura e uma base de 5x5m, terá início no sábado, dia 28 de janeiro e será finalizada no dia 2 de fevereiro, permanecendo no local até 12 de fevereiro, dia da estreia da série, entre as 9h00 e as 18h00, junto à Gare do Oriente, em Lisboa.

A organização desta iniciativa foi da responsabilidade da agência criativa do canal, Carimbo 360.

Ainda, para os interessados em experimentar algumas das formas como o mundo poderia acabar, o canal HISTÓRIA vai lançar uma app que proporcionará, em primeira mão, graças à realidade virtual e aumentada, os sucessos do programa “O Fim do Mundo”. O impacto de um meteorito, mega erupções, tempestades solares e até uma guerra nuclear mundial são algumas das animações na realidade aumentada que vão poder explorar.   O app estará disponível no Android e iOS.

Além disso, nesta aplicação, também poderá descobrir se conseguiria sobreviver a uma chuva de meteoritos, numa cidade, através do videojogo de realidade virtual igualmente apresentado para o efeito. Esta app pode ser experienciada tanto na versão normal como na versão adaptada, com óculos de realidade virtual para smartphones.

“Há 65 milhões de anos, o impacto de um asteroide provocou uma série de catástrofes que levaram ao desaparecimento dos dinossauros. O que aconteceria se um corpo espacial com as mesmas dimensões voltasse a atingir o mesmo local? De que forma iria a humanidade enfrentar uma tempestade de pedras, mega tsunamis, incêndios fora do controlo, temperaturas próprias de uma fornalha e uma camada de ozono destruída? Quem iria sobreviver? ‘O FIM do Mundo’ trata-se de uma superprodução do canal HISTÓRIA que vai responder a estas perguntas através do pequeno ecrã, mas também através de uma recriação em 3D numa das zonas mais influentes de Lisboa e da nossa app de realidade virtual e aumentada”, explica Carolina Godayol, diretora geral do History Channel Iberia

, Sturgeon vai render 500 mil euros ao Belenenses

Sturgeon vai render 500 mil euros ao Belenenses

, Já pode comprar veículos elétricos da Tesla em Portugal

Já pode comprar veículos elétricos da Tesla em Portugal