em

Antevisão Euro 2016: Grupo A

Esta será uma iniciativa da CA para dar a conhecer aos nossos leitores as equipas e os grupos do Euro. De dois em dois dias, até ao início da competição, serão postados dois grupos.

Esta será uma iniciativa da CA para dar a conhecer aos nossos leitores as equipas e os grupos do Euro. De dois em dois dias, até ao início da competição, serão postados dois grupos.

O Grupo A contará com a presença da selecção anfitriã – como sempre, aliás – e um estreante em grandes competições: a Albânia. Num grupo que se prevê dominado pelos franceses, a Suíça e a Roménia querem ter uma palavra a dizer no que toca ao apuramento. Quanto ao Estado pertencente à ex-Jugoslávia, terão uma missão espinhosa pela frente, contudo, a jogar sem pressão, poderão surpreender.

Albânia: Os albaneses vão a França jogar sem qualquer pressão. Depois de um apuramento surpresa onde deixaram os ex-campeões Europeus da Dinamarca para trás, vem ao Euro 2016 desfrutar e causar uma surpresa a todos os apostadores. Com uma vitória histórica sobre Portugal durante a qualificação, os albaneses foram sempre apresentando um futebol competente e de qualidade muito superior quando comparado com as suas equipas no passado. Com a experiência e dureza do capitão Lorik Cana, terão na consistência defensiva a sua maior virtude. Onde mais pecam é no capítulo ofensivo onde Gashi é a maior referência.

Shkëlzen Gashi

França: Os anfitriões têm apenas um objectivo: conquistar o título. Tudo o que não for correspondente com isso, será uma desilusão. Os franceses dispõem de uma das melhores gerações dos últimos tempos e o seu bom futebol tem sido uma constante. Sem jogos de apuramento, os gauleses aproveitaram sempre os amigáveis para se mostrarem ao máximo. Apontados como os principais favoritos, os homens da casa têm armas mais do que suficientes para vencer. Com jogadores vindo de épocas excelentes nos seus clubes; casos de Griezmann, Payet e Kanté, os pupilos de Didier Deschamps serão liderados pela sua estrela e apontado como futuro melhor do mundo: Paul Pogba. As individualidades são muitas e a qualidade colectiva também. Fortes em todos os sectores, terão no meio-campo e ataque móvel a sua maior virtude e nos laterais a sua principal lacuna.

Antoine Griezmann

Roménia: Presentes num grupo muito acessível na qualificação para o Campeonato da Europa, os romenos mostraram que eram favoritos e não tiveram grandes dificuldades em deixar para trás a concorrência – excepção feita à Irlanda do Norte. Com dois golos sofridos em 10 jogos, a coesão defensiva será, certamente, a sua valência. Longe dos tempos em que Haggi espalhava magia nos relvados, os romenos depositam agora todas as suas esperanças em Stanciu, Gabriel Torje e Stancu. As individualidades não abundam, mas os espírito de sacrifício e a entrega provam que são uma equipa para ser levada em linha de conta. A espetacularidade não entra no futebol da selecção romena, mas o pragmatismo está bem visível. Tentarão tudo por tudo para dividirem as hipóteses de apuramento com a Suíça.

Gabriel Torje

Suíça: Os helvéticos têm um lote de jogadores de grande qualidade que tem vindo a despontar na Europa e muitos deles já são referências no futebol Europeu. Com uma prestação bastante agradável na fase de Qualificação – onde só foram inferiores à Inglaterra – os suíços chegam à sua vizinha França com vontade de mostrar que a sua neutralidade só existe no papel. Com a segurança de Yann Sommer, a experiência de Lichsteiner e a magia de jogadores com Shaqiri e Embolo, serão uma equipa a ter numa segunda linha quanto aos favoritos à conquista do Euro. São outsiders, é certo, porém, a sua brilhante equipa não deixa ninguém indiferente e a sua criatividade deixa antever coisas boas. Resta saber se estarão à altura de provar todo o seu potencial – que é muito!

Shedran Shaqiri

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Belenenses-adeptos01

[Deal Alert] ASUS Zenfone Max Pro

Acabou a Época 2013/2014

Jéssica Vieira alcançou minímos para os Jogos Olímpicos