animal crossing,animal crossing new horizons,animal crossing review, Animal Crossing: New Horizons (Nintendo Switch) | Análise Gaming, CA Notícias
in , ,

Animal Crossing: New Horizons (Nintendo Switch) | Análise Gaming

Disponível para: Nintendo Switch

O trabalho da Nintendo com a Switch tem sido notável, que se apresenta como uma consola versátil e aproveita a sua portabilidade como nenhuma outra. Até porque o jogo que falamos hoje não se adapta tanto a uma Xbox ou Playstation, e é aí que a híbrida da Nintendo entra. Hoje vamos falar de Animal Crossing.

Com o lançamento da Nintendo Switch estávamos à espera dos Pokemon, do Mário, do Zelda e, obviamente, também de Animal Crossing, jogo este que acompanha as consolas da Nintendo desde a Nintendo 64 em 2001.

New Horizons é mais do que uma remasterização, qualquer pessoa que tenha jogado um jogo de Animal Crossing nestes 19 anos sabe exatamente com o que pode contar.

A Nintendo apresenta um jogo envolvente. Trocou o cenário tradicional da cidade por uma ilha pequena e desabitada. O New Horizons começa com apenas uma tenda e alguns recursos. Este jogo é perfeitamente adequado para jogos casuais, como aqueles que jogas no teu telemóvel. O objectivo está na colheita, pesca e construção, tudo com o objetivo de formar casas maiores e melhores para ti e para os teus novos vizinhos animais.

Este é facilmente o Animal Crossing mais completo de todos e com uma durabilidade enorme: há sempre algo para criar na tua ilha e vais ficando com uma ilha cada vez mais completa.

Logo no início, escolhes a tua ilha entre quatro opções geradas aleatoriamente. Além da localização, podes escolher entre o hemisfério norte ou sul. Isto é importante, pois determina a estação e o clima… e o clima muda tudo no jogo! Uma vez escolhido, é como na realidade, não há volta a dar, não o vais conseguir mudar. A ideia é escolheres o teu hemisfério para ires passando as estações tal como na vida real, até porque o jogo é em tempo real: se está de dia, está de dia, se estiver de noite, está de noite. A hora do dia faz uma grande diferença para que tipo de insetos e peixes estão disponíveis para captura, além de também serem sazonais. Depois batizas a tua ilha com um nome à tua escolha e também podes customizar o teu personagem ao longo do jogo.

O jogo começa muito calmo, talvez demasiado calmo até, com pouca coisa para fazer, mas com o desenrolar do jogo começamos a ter mais coisas e tarefas para desempenhar e a nossa ilha vai ficando mais povoada. Com mais povoação e mais edifícios, as tuas tarefas também vão aumentando e o jogo fica mais interessante e com actividades diárias para te manter entretido por muito, mas mesmo muito tempo. Sempre que não souberes bem quais os teus objetivos, diriges-te a um dos Nook’s e eles dão-te dicas.

A maioria das tarefas tem como objetivo pagar a dívida que contrais: primeiro do teu pacote de liquidação na ilha e depois da casa – e criar ferramentas e itens para melhorar o ambiente. Mesmo com companheiros animais, tens de fazer pela vida, que isto não se ganha a vida do nada, tudo na ilha pode ser visto como um recurso e qualquer coisa que sobre, pode ser vendida para ganhar dinheiro, que neste jogo chama-se Bells. Depois de paga a primeira a dívida, é muito fácil te endividares novamente para manter a diversão do jogo.

Também vais ganhando milhas, ao completares tarefas e alcançares troféus, que podem ser gastas em bilhetes para levar-te até outras ilhas, principalmente para encontrar recursos que ainda não estão disponíveis na tua ilha. Também é por lá que encontrarás potenciais futuros habitantes da tua ilha. Convém planear visitas regulares fora da ilha, para apanhares mais facilmente certos recursos e, além disso, pode haver insetos e peixes que tu, talvez,  ainda não tenhas descoberto em outro lugar qualquer.

As ilhas da tua família e amigos também são visitáveis e fornecem outras fontes de materiais para doação ao teu museu, para artesanato ou simplesmente para se transformar em dinheiro vivo.

O modo multiplayer on-line e local atende até oito jogadores, sendo um o host e outros capazes de interagir com o ambiente, mas só até certo ponto…. não era fixe os teus amigos roubarem-te as árvores todas!

O multiplayer local também pode ter vários jogadores a jogar na mesmo Switch e suporta até quatro jogadores em simultâneo na mesma tela. Um dos jogadores é o líder designado e pode ser trocado para que a tela se centre nele. Além disso, como todos os jogadores na mesmo Switch podem jogar na mesma ilha, eles podem até ajudar a melhorar as casas e as condições de vida uns dos outros.

O jogo não tem save por cloud, portanto, não podes jogar numa Switch e continuar noutra.

O teu personagem tem um telemóvel e é lá que tens todas as tarefas a cumprir, assim como os trofeus que já ganhaste. Também é no telemóvel que tens toda a coleçao de peixes, insetos e fosseis que vais apanhando ou todas as receitas dos instrumentos, roupas ou mobilias que tens para construir, o chamado DIY. Ah e também podes tirar selfies.

Uma coisa é certa, jogando na Switch Lite ou na Switch no modo portátil ou encaixado, o New Horizons está ótimo, com um esquema de cores incrível e detalhes saborosos. Para este tipo de jogos, há um ótimo uso da paleta de cores disponível, iluminação e nitidez de alta definição, sentes perfeitamente o ciclo do dia, tudo está bastante bonito. Mas para mim o modo portátil é o meu preferido… é o jogo perfeito para jogar neste modo.

Em termos de áudio, recomendamos que ligues uns phones sempre, pois se não o fizeres, estarás a perder um ótimo ambiente.

De tudo o que explorámos no jogo, sentimos que ainda vamos no início, mesmo passando várias dezenas de horas no jogo e essa é a diversão do Animal Crossing. O jogo está incrível, e é, sem dúvida, um jogo obrigatório para os jogadores da Nintendo Switch.

 

Animal Crossing: New Horizons (Nintendo Switch) | Análise Gaming
animal crossing,animal crossing new horizons,animal crossing review, Animal Crossing: New Horizons (Nintendo Switch) | Análise Gaming, CA Notícias

O trabalho da Nintendo com a Switch tem sido notável, que se apresenta como uma consola versátil e aproveita a sua portabilidade como nenhuma outra. Até porque o jogo que falamos hoje não se adapta tanto a uma Xbox ou Playstation, e é aí que a híbrida da Nintendo entra. Hoje vamos falar de Animal Crossing.

Product In-Stock: Not Available

Editor's Rating:
4.5
, Monstrum – Release Date Trailer, CA Notícias

Monstrum – Release Date Trailer

, CÉDRIC SOARES EM ENTREVISTA EXCLUSIVA À ELEVEN SPORTS, CA Notícias

CÉDRIC SOARES EM ENTREVISTA EXCLUSIVA À ELEVEN SPORTS