in

ALDEBARÃ, por Terra Amarela

, ALDEBARÃ, por Terra Amarela

ALDEBARÃ, por Terra Amarela

Teatro & Arte | Teatro


Teatro Municipal de Ourém

Sala Principal

Classificação Etária

Maiores de 6 anos

Bilhete Pago

A partir dos 3 anos

Promotor

Município de Ourém

Breve Introdução

ALDEBARÃ, por Terra Amarela
Teatro
 
1 de abril, sexta-feira, 11:00 (público escolar)
Entrada: gratuita com levantamento prévio de bilhete
 
2 de abril, sábado, 11:00 (público geral)
Entrada: 4 euros (adultos) / 2 euros (crianças)
Sala Principal
M/6 anos
Duração: 45 minutos
 
SINOPSE
 
ALDEBARÃ é um espetáculo teatral para a juventude construído a partir de jornadas mitológicas de heróis como Ulisses, Eneias e Jasão. A narrativa de viagem é um recurso para explorar temas como alteridade, diversidade e construção de linguagem. Este é um projeto concebido com um elenco de intérpretes-criadores com um perfil que se apoia na diferença: artistas com distintas idades, raças, capacidades intelectuais, ferramentas de comunicação. Uma tripulação incomum numa aventura desafiadora.
 
“Portugal, ano 2118. Os recursos naturais da Terra estão esgotados e a humanidade está à beira da extinção. Como último recurso, a Agência Espacial Lusitana vai enviar uma expedição em busca de outro planeta habitável. Destino: a estrela Aldebarã, uma das mais próximas do nosso sistema solar. Uma nave veloz é construída e PROCURAM-SE tripulantes para esta missão repleta de perigos e incertezas. Mas os únicos voluntários a oferecer-se formam uma tripulação de párias, desajustados e estouvados. Agora estes argonautas futuristas devem unir as suas forças e lançar-se no desconhecido. Conseguirão eles salvar o planeta que os rejeitou?”
 
 
FOTOGRAFIA
Alípio Padilha
 
 
 
 

Preços

  • Plateia 1 – 4€
  • Plateia 2 – 4€

Descontos

  • Desconto Criança

Sessão

02 abr 2022 11:00

Duração

45 minutos

Abertura Portas

10:30

Intervalo

Sem Intervalo.

Comprar Bilhete

, ALDEBARÃ, por Terra Amarela

, Estética, Resistência e Melancolia

Estética, Resistência e Melancolia

, A FANFARRA

A FANFARRA