em ,

Agenda de Concertos – 3 a 9 de Junho

Iniciamos o mês de Junho com boas temperaturas, óptimas para aproveitar os concertos de Verão. Confiram de seguida, algumas sugestões para esta semana.

Dia 3, Benjamin Clementine & His Parisian String Quintet actuam no Teatro das Figuras, em Faro. Depois da digressão com David Byrne, que passou pelo Reino Unido e pelos Estados Unidos da América, Benjamin Clementine apresenta agoraa uma tour especial (e única) de concertos acústicos por toda a Europa, num espetáculo que oferece ao público português a oportunidade de (re)ver o seu repertório e performances arrebatadoras, desta vez em formato acústico. Uma experiência intimista, acompanhada por 5 instrumentistas franceses, entre eles, Barbara Le LiePvre, no Violoncelo. Dia 5, o concerto repete-se, desta vez em Aveiro, no Teatro Aveirense.190321112826-webg-benjamin

Dia 6, começa aquele que é o primeiro festival de Verão deste ano: o NOS Primavera Sound. De 6 a 8 de Junho, o Parque da Cidade no Porto dará lugar à edição deste ano do festival. Solange e Stereolab são os cabeças de cartaz do primeiro dia, seguindo-se de J Balvin e Interpol no dia 7, e Erykah Badu, Rosalía e Nina Kraviz no último dia. Alguns artistas portugueses compõem também o vasto cartaz do festival. Entre eles, destaca-se Dino D’Santiago, Profjam e Lena D’Àgua, com Primeira Dama e Banda Xita.3423-artwork

Dia 8, a Casa da Cultura, no Barreiro, abre portas a Rita Guerra. Unanimemente considerada uma das maiores vozes nacionais, Rita Guerra, apresenta um concerto recheado de sucessos em novas e surpreendentes versões. Com uma formação em quarteto (Rita Guerra: piano e voz; Rui Carvalho Baixo e teclas Gonçalo Santus Bateria e percussão) o concerto em formato mais acústico percorre em 90 minutos as histórias e as canções mais emblemáticas da carreira, daquela que é uma das maiores intérpretes nacionais.RITA-GUERRA-755x470

No mesmo dia, Miguel Arújo actua no Centro Cultural Caldas da Rainha, com o novo projecto Casca de Noz. Aqui o artista sobe ao palco sozinho, por entre guitarras, ukeleles, um piano e as canções. As que canta, as que fez para serem cantadas por outros e as que vierem a propósito na altura, dos autores que são a raíz de tudo aquilo que faz. Casca de Noz é a imagem dessa embarcação frágil, que pode colapsar e afundar a qualquer momento, mas também é a expressão que os anglófonos usam quando querem recorrer ao poder da síntese.Miguel-Araújo-01

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Liga das Nações

Liga das Nações | Almada Forum vai transmitir os 4 jogos em directo na esplanada exterior

dscf7659-2000x1333

Agenda Cultural – 3 a 9 de Junho