in

ÚLTIMA MEMÓRIA

, ÚLTIMA MEMÓRIA

ÚLTIMA MEMÓRIA

Teatro & Arte | Teatro


Teatro Viriato

Sala Principal

Classificação Etária

A classificar pela CCE

Bilhete Pago

A partir dos 3 anos

Promotor

Centro Artes Espectáculo de Viseu, Assoc. Cult. Pedag.

Sinopse

A memória ocupará o lugar central deste projeto. Não. Não é sobre memória mas sobre o medo de esquecer. Livros e fotografias estarão presentes em cena como símbolos de inscrição, de registo, de recordação. Aliando a sua voz à de outras autoras, Sara Carinhas procura confundir na sua auto-biografia, ficções e relatos que não lhe pertencem.

Virginia Woolf, eterna autora-fantasma revisitada por Sara, voltará a aparecer, desta feita através dos seus textos de não- -ficção e da cronologia que se cruza entre as duas.

Um espetáculo em jeito de conferência-monólogo que se possa de vez em quando confundir com uma festa, através da qual a atriz partilha referências que alimentem ideias, frames de vida, pensamentos inacabados, dúvidas e propostas, oscilando entre o guião fixo que redigiu e a improvisação, ou esquecimento, do momento.

Ficha Artística

Criação, dramaturgia e interpretação Sara Carinhas ·

Filmagens, registo e apoio à dramaturgia Joana Botelho ·

Consultoria artística Nádia Yracema e Sara Barros Leitão ·

Desenho de som Madalena Palmeirim ·

Desenho de luz Catarina Côdea ·

Direção de Produção Rita Faustino ·

Produção executiva Mariana Dixe ·

Coprodução Causas Comuns e São Luiz Teatro Municipal

© Joana Botelho

Preços

  • Plateia – 10€
  • Frisas 1º Frontais – 7,50€
  • Frisas 1º Laterais – 5€
  • Frisas 2º Frontais – 7,50€
  • Frisas 2º Laterais – 5€
  • Camarotes – 10€

Descontos

  • 65 Anos ou +
  • Amigo TMG
  • Amigos / Mecenas
  • Cartão Municipal Idoso
  • Família
  • Fnac
  • Preço Jovem
  • Professores
  • Profissional Espetáculo
  • Sócio Acert
  • Sócio Cineclube de Viseu

Sessão

15 abr 2023 21:00

Comprar Bilhete

, ÚLTIMA MEMÓRIA

, A MINHA VITÓRIA COMO GINASTA DE ALTA COMPETIÇÃO

A MINHA VITÓRIA COMO GINASTA DE ALTA COMPETIÇÃO

, C., CELESTE E A PRIMEIRA VIRTUDE

C., CELESTE E A PRIMEIRA VIRTUDE