in

MONÓLOGO DE UMA MULHER CHAMADA MARIA COM A SUA PATROA

, MONÓLOGO DE UMA MULHER CHAMADA MARIA COM A SUA PATROA

MONÓLOGO DE UMA MULHER CHAMADA MARIA COM A SUA PATROA

Teatro & Arte | Teatro



Casa das Artes Famalicão

Grande Auditório

Classificação Etária

Maiores de 12 anos

Bilhete Pago

A partir dos 3 anos

Promotor

Município de Vila Nova de Famalicão

Breve Introdução

Poética da Palavra | Encontros de Teatro
Capítulo 4 – março e abril de 2022


MONÓLOGO DE UMA MULHER CHAMADA MARIA COM A SUA PATROA
Teatro

26 e 27 de março, sábado e domingo, 21:30 e 17:30
Grande Auditório

Entrada: 4 euros
Estudantes, Cartão Quadrilátero Cultural e Seniores: 2 euros
M/12 anos 
Duração: 100 minutos


com criação, texto e Interpretação de Sara Barros Leitão

Monólogo de uma mulher chamada Maria com a sua patroa é o título roubado clandestinamente a um texto do livro “Novas Cartas Portuguesas”, e que dá o mote para este espetáculo. Partimos da criação do primeiro Sindicato do Serviço Doméstico em Portugal para contar a história, ainda pouco conhecida, pouco contada, pouco reconhecida, pouco valorizada, do trabalho das mulheres, do seu poder de organização, reivindicação e mudança. É a história das mulheres que limpam o mundo, das mulheres que cuidam do mundo, das mulheres que produzem, educam e preparam a força de trabalho. Esta é a história do trabalho invisível que põe o mundo a mexer.

Criação, texto e interpretação: Sara Barros Leitão
Assistência à criação: Susana Madeira
Cenografia e figurino: Nuno Carinhas
Desenho de luz: Cárin Geada
Desenho de som: José Prata
Montagem e operação de som: Mariana Guedelha
Montagem e operação de luz: Cárin Geada
Coordenação e acompanhamento da pesquisa: Mafalda Araújo
Tradução e legendagem para inglês: Amarante Abramovici
Direção de produção: Susana Ferreira
Conceção de maquinaria: António Quaresma
Execução costura: Ponto sem nó
Coprodutores: 23 Milhas, Fundação Centro Cultural de Belém, A Oficina, Cineteatro Louletano, Teatro Académico Gil Vicente, Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana, Teatro Municipal Baltazar Dias, Teatro Nacional São João, Teatro Viriato
Residência de coprodução: O Espaço do Tempo
Projecto financiado por: República Portuguesa e Direção Geral das Artes
Fotografia: @Diana Tinoco
 
“Monólogo de uma mulher chamada Maria com a sua patroa”, it’s a play written, staged and played by Sara Barros Leitão
 
 
 
 

Preços

  • Plateia – 4€

Descontos

  • Estudantes
  • Quadrilátero
  • Séniores

Próxima Sessão

26 mar 2022 21:30

Duração

100 minutos

Abertura Portas

00:30

Intervalo

Sem Intervalo.

Comprar Bilhete

, MONÓLOGO DE UMA MULHER CHAMADA MARIA COM A SUA PATROA

, “FÁBRICA DE MATAR BALEIA”

“FÁBRICA DE MATAR BALEIA”

, Rio Sombrio – Grupo de Teatro Juvenil do Virgínia

Rio Sombrio – Grupo de Teatro Juvenil do Virgínia