in

Disney vai lançar mais nove séries do universo “Guerra das Estrelas”

O anúncio foi feito pelo responsável do grupo de novos media e entretenimento, Kareem Daniel, durante o Investor Day da Walt Disney, que decorreu esta madrugada em Los Angeles.

Disney vai lançar mais nove séries do universo "Guerra das Estrelas" | CA Notícias

“Vamos adicionar algo novo todas as semanas”, declarou o responsável, revelando que haverá também 10 novas séries do universo cinemático Marvel, e 15 séries e mais 15 filmes da Pixar e Disney, todos disponíveis apenas no Disney+.

A presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, deu alguns detalhes sobre as séries “Guerra das Estrelas” que estão em preparação e mostrou as primeiras imagens aos investidores.

“The Rangers of the New Republic” e “Ahsoka” serão as primeiras a chegar, já em 2021, pela mão de Jon Favreau e Dave Filoni, os responsáveis por “The Mandalorian“.

Depois, em 2022, chegará “Andor”, que Kennedy descreveu como um thriller de espiões protagonizado por Diego Luna, que recupera a personagem de Cassian Andor do filme “Rogue One”. Tony Gilroy, que escreveu os filmes “Bourne Identity”, é o ‘showrunner‘ (responsável criativo) da nova série, cuja produção começou há duas semanas em Londres.

Nas imagens mostradas durante a apresentação, viam-se as equipas a trabalharem de máscara, por causa da pandemia de covid-19, e Kennedy explicou que tudo o que está a ser feito é possível devido à tecnologia StageCraft da Industrial Light & Magic, que permitiu criar “o estúdio do futuro”.

Kennedy anunciou também que Hayden Christensen vai regressar como Darth Vader na nova série “Obi-Wan Kenobi“, que já tinha garantido Ewan McGregor no papel principal.

Será “o reencontro do século”, disse Kennedy, referindo-se aos antagonistas que a audiência viu pela última vez em “A Vingança dos Sith” e cuja ação decorre dez anos após os acontecimentos do filme de 2005.

Haverá também uma minissérie, “Lando“, em que Donald Glover vai interpretar o papel de Lando Calrissian, que foi introduzido no filme de 1980 “O Império Contra-Ataca”, depois de ter vestido a sua pele em “Solo” (2018).

Novidades são ainda o thriller misterioso “Acolyte”, sobre os dias finais da Alta República, mais as séries animadas “The Bad Batch” e “Star Wars: Visions” e ainda “A Droid Story”.

Um novo filme do universo Marvel chegará ao cinema pela mão de Patty Jenkins (“Mulher-Maravilha”) que vai realizar “Rogue Squadron”, cuja estreia nos cinemas está prevista para o Natal de 2023. Haverá também um filme escrito por Taika Waititi, sobre o qual não foram dados mais pormenores.

Da Marvel, a audiência pode esperar uma grande quantidade de novidades, com séries que se vão ligar entre si e com os próximos filmes MCU (Marvel Cinematic Universe).

O presidente Kevin Feige apresentou “Secret Invasion”, “Ironheart” e Armor Wars”, mais um especial de Natal de “Guardiões da Galáxia” (em 2022).

Feige falou também das séries “WandaVision“, que estreará no Disney+ a 15 de janeiro de 2021, “The Falcon and the Winter Soldier”, em março, e “Loki”, em maio. “Hawkeye“, “She-Hulk”, “Ms. Marvel” e “What If..?”, a primeira série animada, são outras novidades para o Disney+.

Na apresentação aos investidores, os executivos da Walt Disney deixaram claro que o foco da companhia está agora nos serviços direto-ao-consumidor, o que se traduz no aumento expressivo do investimento em conteúdos.

Raya and the Last Dragon”, por exemplo, vai estrear a 05 de março de 2021 no cinema e na Disney+ em simultâneo. É uma nova longa-metragem animada que teve a participação do artista de iluminação luso-americano Afonso Salcedo.

A empresa já tinha lançado o filme “Mulan” no Disney+ em setembro e será também aqui que estreará a nova longa-metragem da Pixar, “Soul”, no dia de Natal.

Da Pixar, haverá também “Luca”, em 2021, e “Turning Red” e “Lightyear” (sobre o personagem que deu origem ao brinquedo de Toy Story) em 2022.

O investimento em conteúdos vai refletir-se numa subida de preços do serviço Disney+, que na Europa, incluindo Portugal, passará a custar 8,99 euros.

A plataforma de ‘streaming’ tem agora 86,8 milhões de assinantes em 58 países.

Last-of-Us-part-II-trailer

The Last of Us Parte II foi eleito o Melhor Jogo de 2020. Conheça os vencedores dos The Game Awards

PS_RETURNAL_3

Returnal chegará em exclusivo à PlayStation 5 a 19 de março