em ,

Análise Gaming | “RAGE 2”

Insanidade sim, mas em mundo aberto.

Rage sempre foi um jogo que sempre fez lembrar o universo Mad Max. Agora está de volta e nisso continua exactamente na mesma. Talvez fique um pouco perdido no universo onde se enquadra, visto que em nada é original.

57422050-398184534367681-6946421775152447488-n

Este jogo vai buscar muito a DOOM, em que a jogabilidade é quase igual, com aqueles movimentos rápidos, mas sem a violência das finalizações de DOOM. No entanto, não deixa de ter violência!

Depois, tem elementos claros de Borderlands… mas já o primeiro tinha e portanto não ia ser novidade. Porém, agora com o anúncio de Borderlands 3, este é um excelente jogo para ir atiçando ainda mais a vontade.

original

As viagens de carro podem fazer lembrar o jogo do Mad Max, que também andavas por esses desertos fora, aos tiros, num ambiente pós-apocalíptico. A diferença aqui é que tens centenas de km sem ver vivalma e andas para ali à espera que algo aconteça e acaba por não acontecer nada… Ou seja tem um pouco de três jogos que, a meu ver, são excelentes.

248885921

Este jogo tanto tem momentos excelentes, como tem inúmeras missões completamente entediantes.

Ele começa com a escolha entre um personagem masculino ou feminino, e depois começa o típico guia de como jogar o jogo, mas já no meio de um tiroteio. O resultado dessa guerra é a razão pela qual vais entrar na batalha da tua vida. Sinceramente achei a história muito fraca sem grande conteúdo e sem originalidade, este jogo merecia mais nesse departamento. Até porque, sendo um jogo de mapa aberto, é preciso uma boa história para agarrar o jogador.

Para compensar isto, tens zonas com batalhas épicas com centenas de inimigos a quererem te matar, principalmente quando queres conquistar zonas. Um conselho? Faz bastante loot, porque isso vai te ajudar bastante no desenrolar da história.

rage 2 review screenshots gamecrate (1)

Se seguires só as missões principais vais ter umas 9 horas de jogo. Tens mais conteúdo, mas sinceramente não encontrei uma missão secundária que realmente me fizesse perder esse tempo e, portanto, o jogo acaba por ser mais curto que o primeiro.

Penso que ia gostar mais de Rage se não fosse mapa aberto e tivesse uma história a unir as missões todas, de forma clara, e não te deixasse muitas vezes no deserto a explorar zonas de batalha só por loot.

O jogo tem excelentes armas, e nisso não pouparam esforços. Tens todos o tipo de armas e também todo o tipo de carros, e ainda podes ir fazendo upgrades. Estes são o maior trunfo da Rage 2 a seguir ao combate. Há montes de melhorias… no início até te podes perder com tanta opção. Todas as suas armas e habilidades podem ser alvo de upgrades para adaptar ao teu estilo de jogo.

Os efeitos sonoros estão incríveis e tu sentes mesmo que estás no meio de uma guerra. É simplesmente um dos melhores sons que podes encontrar nos jogos nos dias de hoje.

zzrUS9y

Graficamente o jogo também não desilude de todo, com efeitos audiovisuais topo de linha. Nesse departamento o jogo tem as sombras certas, os efeitos de pó certos, tudo está mesmo incrivelmente bom, isto avaliando pela versão de PS4, a que tivemos a oportunidade de usar.

As batalhas são, sem dúvida alguma, o ponto alto do jogo. Quando vais tentar conquistar uma zona e centenas de adversários vão aparecendo, tu sentes mesmo o poder do jogo, e vais certamente passar um bom bocado a jogar Rage 2. Já a parte do carro desilude, porque aquele deserto pedia mais, mas muito mais… e tinha toda a potencialidade para te fazer passar horas a vasculhar todos os cantos. Assim, serve apenas para chegar à próxima zona de exploração.

RAGE-2--9-Minutes-of-New-Pre-Beta-Gameplay-2019-ANZ-3-13-screenshot

Este jogo teve uma campanha de marketing super forte em que se focava no caos e na destruição. Acaba por fugir um pouco disso e construir um mapa de mundo aberto, com demasiadas brechas que nos fazem perder do foco principal do jogo. Tinha e tem tanto por onde explorar! Vamos esperar por uns DLCs que mudem esta minha opinião sobre este Rage 2.

Análise Gaming | “RAGE 2”
Análise Gaming | “RAGE 2”

Rage sempre foi um jogo que sempre fez lembrar o universo Mad Max. Agora está de volta e nisso continua exactamente na mesma.

Editor's Rating:
3.5

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

arctic-mads-mikkelson

“ÁRCTICO” | Passatempo Cinema – Vencedores

Apex Legends – Legendary Hunt Event Trailer

Apex Legends – Legendary Hunt Event Trailer