Mais artigos

  • Isabel de Santiago explica convite para viagem a São Tomé e Príncipe
    em

    Rescaldo: 9 bravos guerreiros não deixaram vitória fugir da fortaleza

    Hoje o Belenenses deu uso à expressão popular: “acabar em beleza”. Não pela qualidade do jogo em si, não por ter sido uma vitória estrondosa e também não por ter tido importância classificativa, que não teve. A expressão pode-se empregar em virtude do esforço heroico feito por 9 guerreiros que não se deixaram abater pela avalanche amarela. O Belenenses conseguiu hoje algo que já deixou fugir por 5(!) vezes esta época, ou seja, não empatar após dispor de uma vantagem de dois golos. Para trás ficam inúmeras decisões polémicas da equipa de arbitragem, um guarda-redes inspirado e uma defesa coesa, algo raro na temporada de 2015/2016.

  • Último treino da época
    em

    Naldo falha Benfica e tem Belenenses em risco

    A suspensão preventiva obriga Naldo a falhar os próximos dois jogos. Depois se verá se o castigo se fica por aqui ou se será ampliado pela Comissão de Instrução e Inquérito da Liga (CII). Assim, para além de perder o duelo com o Benfica para a Taça de Portugal, o central também não poderá defrontar o Belenenses, na 11.ª jornada da Liga, dia 30, em Alvalade. Naldo está, por isso, nas mãos do CII, sabendo que só cumprirá apenas um jogo de castigo se for ilibado por este órgão, e no caso de a decisão sair antes do duelo com o Belenenses.

  • em

    Gogoro: a scooter elétrica que aprende

    Após alguns anos a trabalhar para empresas como a Microsoft ou a HTC, onde ajudou a desenvolver as mais diversas tecnologias para produtos tão diferentes como a consola Xbox ou smartphones, Horace Luke decidiu iniciar uma empresa baseada em Taiwan que agora apresentou a SmartScooter.

  • Râguebi: Belenenses é a surpresa das meias-finais
    em

    Bruno de Carvalho “atira-se” à Liga

    Bruno de Carvalho não concorda com o arquivamento da queixa leonina quanto à não utilização de Miguel Rosa e Deyverson no Benfica x Belenenses recorrendo mesmo à palavra «vergonha» para definir a situação. Em discurso “aceso”, na noite de ontem, no palco dos Prémios Stromp, o presidente do clube de Alvalade criticou Luís Duque, atual dirigente máximo da Liga Portugal e pediu aos sportinguistas que defendam o clube em todas as circunstâncias porque os tempos que aí vêm «não vão ser mais fáceis».