Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Silas: “Vai ser um jogo muito difícil e vai exigir muito de nós”

Silas, treinador do Belenenses, anteviu hoje a deslocação do Belenenses ao reduto do Vitória, esperando uma partida que irá exigir muito da sua equipa.

Uma semana depois do empate (1-1) frente ao Benfica no Estádio do Restelo, o Belenenses desloca-se ao Bonfim, onde defronta o Vitória FC, num encontro relativo à 21.ª jornada da Liga NOS, com início marcado para as 21 horas. Na conferência de Imprensa de antevisão, o treinador Silas destacou o recente crescimento dos sadinos (que não perdem há nove jogos consecutivos), mas assume que os azuis estão preparados para todas as adversidades.

“Sinto que o Vitória está a crescer. Vi muitos jogos deles ao vivo esta época e fiquei sempre com a sensação de que a posição que ocupam não é condizente com o futebol que praticam. Poderiam ter mais pontos e, inclusivamente, num ou outro jogo, foram prejudicados por decisões relacionadas com o vídeo-árbitro. Por isso, estou consciente de que vamos defrontar um grande rival.

Vai ser um jogo muito difícil e vai exigir muito de nós, portanto temos de estar muito concentrados para evitar dissabores. Vamos encontrar uma equipa muito forte, até porque conheço bem o treinador e a pessoa que está do outro lado, devido ao facto de já ser sido meu treinador aqui no Belenenses. Tenho uma imagem muito boa do mister Couceiro, temos uma boa relação e, apesar de todas as dificuldades que tem encontrado, tem feito um grande trabalho e sei que vão estar bem preparados, mas nós também vamos estar.”

Para o duelo contra os sadinos, e para além dos lesionados Muriel, Tandjigora e Bouba Saré, Silas não pode contar com os castigados Yebda, Diogo Viana e Chaby. Seis ausências que não lhe tiram o sono.

“Não é algo que me preocupe. Vim para o Belenenses para encontrar soluções e não para ficar preocupado com as ausências. Felizmente tenho outros jogadores que podem entrar e confio muito neles, porque trabalhamos com todos da mesma maneira. Naturalmente que têm características diferentes, mas o que temos de fazer é procurar contextos diferentes para que tenham o melhor rendimento possível”, referiu, introduzindo os dois últimos reforços garantidos no último dia do mercado de transferências:

“Já têm alguma experiência de Primeira Liga. Claro que ainda têm de assimilar os nossos processos, mas são jogadores que mais rapidamente se integram na equipa. Trazem mais opções para acrescentar à equipa, variabilidade e já deu para ver que vêm com a mente aberta para trabalhar e com vontade de ajudar.”

Por fim, Silas não deixou de se pronunciar sobre os recentes acontecimentos no universo azul. “Se há abertura para chamar juniores para treinar com o plantel principal, seguramente que vou pedir. Aliás, já fizemos a análise de vários jogos dos juniores, portanto a nossa ideia é identificar aqueles que vemos com potencial e trabalhá-los. Estou aqui para potenciar os meus jogadores e a minha equipa e, sobretudo, para defender o emblema. Não me lembro se o Belenenses que defendo é SAD ou clube, para mim é Belenenses. A única coisa que eu gostava de ver era um Belenenses unido e que os adeptos se sintam orgulhosos da equipa. Quando marcámos contra o Benfica, olhei para trás e vi toda a gente a saltar. É isso que eu quero.”

Via

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar está a concordar com a utilização dos mesmos. Pode saber mais consultando a nossa Politica de Privacidade. AceitarSaber mais

X