Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Ricardo Sá Pinto: “Estamos focados apenas na Liga NOS”

O timoneiro azul dá este sábado os primeiros passos em termos de Liga NOS, com o símbolo do Belenenses ao peito. O seu discurso nesta tarde de sexta, foi de total concentração na Liga portuguesa, e uma necessidade de mudar o chip, para que a Europa não seja distração.

Quando surgiu a pergunta relativa à diferença ritmo competitivo entre as duas equipas, Sá Pinto descartou totalmente essa hipótese. “Não. É uma situação diferente. Esperamos poder mudar o chip Europeu e que voltemos à realidade da Liga NOS. Vamos enfrentar um adversário fortíssimo; que manteve o mesmo treinador; que se reforçou bem e que tem uma vantagem sobre nós nos últimos anos. Teremos de enfrentar a Liga NOS com seriedade e como tal, começar já com uma vitória”, afirmou.

Os dois últimos reforços, foram um dos assuntos mais em voga na Conferência de Imprensa. “Entrou o Betinho e o Gonçalo, dois jovens talentos portugueses que se encaixam na nossa filosofia. Têm a qualidade que pretendemos a este nível. Acredito no seu valor e potencial. Temos outros exemplos de jovens jogadores que vieram e que não tinham experiência nenhuma de 1ª Liga e que têm vindo a afirmar-se. Casos do Ricardo Dias e do André Sousa, entre outros. Os dois últimos reforços têm características que se enquadram na nossa ideia de jogo”, atirou.

“A questão da nacionalidade não pesou. É um orgulho termos um plantel 100% português. É óptimo, mas não é uma prioridade. Não conseguímos chegar a alguns alvos que pretendemos, outros deram certo e estão cá”, referiu.

A questão da titularidade de Betinho foi vista por Sá Pinto como uma possibilidade, sem, no entanto, adiantar muito. “Todos podem ser titulares. O Betinho não esteve parado, esteve a jogar e tem ritmo, vem preparado para jogar. Todos têm trabalhado muito, o que faz com que dificultem as minhas escolhas. O que acaba por ser bom. Todos sabem que não podem baixar os braços ou desanimar. Ninguém assinou um contrato para ser titular. O que têm de saber é que, com o tempo, todos terão o seu espaço”, rematou.

De forma a concluir, abordou ainda o foco da equipa, que está totalmente no Rio Ave; e o facto da equipa estar no caminho certo.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar está a concordar com a utilização dos mesmos. Pode saber mais consultando a nossa Politica de Privacidade. AceitarSaber mais

X