Patrick Morais de Carvalho – “Era interessante que Pedro Proença diga o porquê da SAD não o ter aceite como mediador”

Realizou-se ontem o primeiro treino da equipa de seniores de futebol do Belenenses que irá disputar a I Divisão da AF Lisboa. Perante várias centenas de adeptos azuis no Estádio do Restelo, o plantel foi apresentado pela primeira vez, apesar de ainda não estar fechado.

Durante o treino, o Presidente do clube, Patrick Morais de Carvalho deu algumas palavras aos jornalistas presentes:

Entrou uma providência cautelar no início do mês de Agosto no Tribunal da Propriedade Industrial, e a SAD terá sido notificada para contestar. Está a decorrer o prazo para essa contestação. Depois disso estaremos na mão dos tribunais. Mas para mim restam poucas dúvidas sobre a quem pertence os símbolos e a marca Belenenses.

Sobre a exibição da Belenenses SAD frente ao FC Porto no Domingo, Patrick Morais de Carvalho não teve muito a dizer, mas pede que os sócios que continuam a ir ao Jamor sejam respeitados:

É me indiferente. No jogo da primeira jornada, nem sabia quando é que essa equipa jogaria. Temos é de nos concentrar na nossa equipa e na escalada que terá de fazer até ao seu lugar. Aproveito esta oportunidade para apelar aos sócios do Belenenses que não alinhem em divisões, que não discutam nas redes sociais, que não discutem uns com os outros. Se ainda houver sócios que depois de todas as situações pretendam ir ao Jamor apoiar aquela equipa, que sejam respeitados

Mas ainda em relação ao jogo, teceu comentários duros às imagens transmitidas após o segundo golo do Porto, em que é visível um momento de boa disposição entre Rui Pedro Soares, Jorge Nuno Pinto da Costa e Pedro Proença:

Se fosse um presidente de um clube que estivesse dependente de votos, esse presidente teria que se demitir. Não conheço nenhum presidente no mundo que ao sofrer um golo, desata-se a rir com o presidente da equipa adversária. Se tivesse que responder perante sócios, ontem teria sido o fim desse presidente. A SAD não responde a ninguém e desvalorizou sempre os sócios. Se dúvidas houvessem, no Domingo foram desfeitas.

O que seria se o que está acontecer no Belenenses, acontecesse no Benfica, Porto ou Sporting? Se por exemplo, o SL Benfica se separasse da sua Benfica SAD e o SL Benfica ter que recomeçar na última divisão distrital?

Relativamente à Liga e à Federação, tenho o maior respeito pelos líderes dessas organizações. O presidente da Liga numa reunião que teve com o clube, durante o período em que estava em discussão o protocolo, ofereceu-se para mediar as negociações entre a direcção do clube e da SAD. Seria interessante que Pedro Proença viesse explicar o porquê da Belenenses SAD não o ter aceite como mediador.

A Liga actua por delegação de competências da Federação e por isso admito que mais tarde ou mais cedo a Federação e a Liga vão ser chamadas a intervir nesta matéria, porque este caso não é exclusivo do Clube de Futebol “Os Belenenses”. Existem várias instituições, centenárias como nós, que estão a viver situações semelhantes. Tenho recebido chamadas de presidentes de outros clubes que estão preocupados e que podem tencionar fazer o mesmo que nós.

Ninguém escrutina em Portugal de onde vêm os capitais para o futebol. Já tivemos situações relacionadas com apostas na 1.ª Liga Portuguesa. O futebol parece que está acima de tudo em Portugal.