in

NOS Primavera Sound revela Gorillaz, Nick Cave, Beck e Tame Impala no cartaz para 2022

A organização do NOS Primavera Sound revelou hoje o cartaz da edição de 2022.

PRIMAVERA SOUND, NOS Primavera Sound revela Gorillaz, Nick Cave, Beck e Tame Impala no cartaz para 2022

O cartaz do NOS Primavera Sound para 2022 tem nomes como Nick Cave, Pavement, Cigarretes After Sex, Kim Gordon, Sky Ferreira, Gorillaz e Tame Impala. Mais nomes serão anunciados no futuro.


A edição deste ano do NOS Primavera Sound, que estava marcada para os dias 10, 11 e 12 de junho, foi adiada devido à pandemia da COVID-19. O festival, que acontece anualmente no Parque da Cidade do Porto, irá realiza-se em junho de 2022, nos dias 9, 10, 11 e 12.

Os primeiros nomes do cartaz foram agora revelados pela organização do NOS Primavera Sound 2022:

Os bilhetes adquiridos para o NOS Primavera Sound 2020 são válidos para a nova data. “Tal como aconteceu no ano passado, todos os bilhetes adquiridos para a edição 2020 e 2021 são válidos para a edição 2022, podendo, naturalmente, o portador solicitar o seu reembolso a partir de 1 de Janeiro de 2022 nos termos da lei 10-I/2020”, acrescenta a promotora do NOS Primavera Sound.

Os passes para os três dias têm um valor de 120 euros enquanto que os diários estão à venda por 60 euros. Ficarão à venda a partir de 4 de Junho.

 

COMUNICADO NOS PRIMAVERA SOUND:

 

“O NOS Primavera Sound também já olha em direcção ao próximo ano, o ano em que recuperaremos o tempo perdido. Uma semana depois do lançamento do cartaz do Primavera Sound Barcelona – Sant Adrià 2022, a edição portuguesa do festival anuncia o lineup com que irá celebrar a nona edição, de 9 a 11 de Junho de 2022, encabeçado por Tame Impala e o seu psicadélico multicolor, Gorillaz de Damon Albarn, Nick Cave and the Bad Seeds num novo encontro com a eternidade, pelo icónico Beck, os ressuscitados PavementLittle Simz como a nova referência do rap britânico, pela sempre irreverente Kim Gordon e por King Krule a uivar da escuridão. A faltar alguns nomes que irão completar o cartaz durante as próximas semanas, são mais de 60 artistas com a garantia 100% Primavera Sound a acompanhar-nos no tão esperado regresso ao Parque da Cidade.

Para além da celebração que será regressar a todos os rituais que envolvem um festival, o NOS Primavera Sound voltará a celebrar a música contemporânea em toda a sua magnitude com um cartaz corajoso, eclético e transversal, que fala em várias línguas e em diversas sonoridades. Do soul activista de Jamila Woods ao post-hardcore inesgotável de Jawbox, do terapêutico flamenco de Maria José Llergo ao hip hop mutante de Earl Sweatshirt, do funk nómada de Khruangbin ao universal house de Black Coffee, o regresso ao Porto servirá não só para recuperar o tempo perdido, mas também para viver o presente e começar a sonhar com o futuro.

Mais uma vez, agradecemos profundamente o apoio do nosso público e dos nossos patrocinadores, NOS, Câmara Municipal do Porto, SEAT, Super Bock e Via Verde, que nos ajudaram a tornar possível mais uma edição deste festival.

DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO

Começando por Shellac, cujo lugar no cartaz do Primavera Sound é inegociável em qualquer parte do mundo, a próxima edição do NOS Primavera Sound será uma viagem intergeracional para compreender o ADN do festival. O caminho tem sido marcado pela filosofia de projectos como o dos incansáveis Dinosaur Jr., dos felizmente regressados Slowdive e dos OM de Al Cisneros de Sleep, que passam pelo Porto para reiterar que faltam ainda escrever muitos capítulos brilhantes na sua história. Tal como vem sendo habitual, aos nomes intemporais juntam-se sempre futuros clássicos como o poeta Helado NegroBeach Bunny e Rolling Blackcouts Coastal Fever com os seus riffs ensolarados, por DIIV e o equilíbrio entre o ruído e a melodia, por Jehnny Beth e a sua intensidade, pelo camaleão Mura Masa, por Penelope Isles e o seu dream-pop e por Pile, com os seus hinos para cantar de punho ao alto.

AQUI E AGORA

Mantendo a ligação directa com as duas edições do festival que não aconteceram, a importância do cartaz continua perfeitamente assegurada graças a uns quantos artistas a quem devemos alguns dos melhores álbuns de 2021. À estreia no Parque da Cidade do já coroado como o ídolo da música em espanhol C. Tangana, juntam-se Japanese Breakfast com uma brilhante versão mais pop, Dry Cleaning a mostrar que o post-punk ainda tem surpresas por desvendar, Paloma Mami a partilhar a sua forma tão própria de criar êxitos e os londrinos black midi e os sevilhanos Derby Motoreta’s Burrito Kachimba a descarregar em força as suas faíscas de rock.

UNIVERSOS POP

Mas… o que é o pop? Quer se compreenda o pop de uma maneira ou de outra, de uma forma mais clássica ou avançada, como um espaço seguro ou como um labirinto repleto de armadilhas de onde não se quer sair, encontra-se a melhor definição do pop no NOS Primavera Sound 2022. A eterna misteriosa Sky Ferreira não é o mesmo que 100 gecs e as suas cápsulas do futuro, mas têm em comum uma coisa: vão estar no Parque da Cidade. Assim como Caroline Polachek, que transforma em ouro tudo o que canta, a jovem Amaia, a britânica-japonesa Rina Sawayama e a sua fábrica de refrões perfeitos e Bad Gyal em plena conquista mundial após o lançamento de Warm Up.

UM CARTAZ COM PESO LOCAL

Embora tudo pareça novidade depois de dois anos sem festival, há coisas que não mudam porque não existe motivo para isso: como nas edições anteriores, também se cantará em português em 2022, com a visita do outro lado do Atlântico de Arnaldo Antunes, história viva da música brasileira, ou por representantes da cena musical nacional como Pedro Mafama e o seu novo folclore, os energéticos Throes + The Shine, os Montanhas Azuis e as suas sonhadoras canções, Holy Nothing e o seu groove contagioso, a magnética Rita Vian, e David Bruno com o seu romantismo à prova de bomba. Uma oferta que fica completa com heróis do actual panorama do clubbing português como NídiaDJ FirmezaMvria Arrogance Arrogance.

Motivos não faltam para continuar a acreditar na música com sotaque português.

CLUB DE CLUBES

Não importa que tipo de festa se tenha em mente: é possível reproduzi-la no Parque da Cidade a partir de uma programação que respeita a música de dança e todas as suas variantes. A infalível Avalon Emerson, o mágico britânico Joy Orbison, o techno espumoso de Aurora Halal, o imprevisível back to back oferecido por Octo Octo e Eris Drew, uma estreia a seis mãos por Florentino, Kelman Duran e DJ Python enquanto Sangre Nueva, o conhecimento infinito de DJ MarcelleSherelle e as suas sessões a alta velocidade, os ritmos pan-africanos de Mina & Bryte, a encarnação de Paul Woolford como Special Request D. Tiffany e os seus sets, converterão o festival no club dos clubes em que haverá também espaço para propostas que olham para a pista de dança numa perspectiva mais pop, como Pabllo Vittar e Georgia.

INFORMAÇÃO SOBRE A VENDA E TROCA DE BILHETES

Todos os bilhetes adquiridos para o NOS Primavera Sound 2020 e 2021 são válidos para a edição de 2022. Para isso, é obrigatório efectuar a troca do bilhete do NOS Primavera Sound 2020 ou 2021 por um bilhete válido para a edição de 2022. Esta troca deverá ser feita no ponto de venda onde foi adquirido, a partir do dia da abertura da venda para 2022 e até ao dia 31 de Dezembro de 2021, não tendo qualquer custo associado.

A partir de sexta-feira, 4 de Junho, às 12:00, ficam disponíveis os passes gerais e os bilhetes diários para o NOS Primavera Sound 2022, pelo preço de 140,00€ e 60,00€, respectivamente, na DICE e nos pontos de venda habituais (FNAC, CTT, El Corte Inglés e Lojas NOS), e os passes gerais VIP, pelo preço de 200,00€, em exclusivo na DICE e em número muito limitado, que incluem um welcome pack, descontos no consumo dentro da zona VIP e acesso às áreas com vista privilegiada.

Simultaneamente, será possível efetuar a troca dos bilhetes NOS Primavera Sound 2020 e 2021 para o NOS Primavera Sound 2022. Todas as informações sobre este processo vão estar disponíveis no nosso site.

Só serão aceites pedidos de devolução de bilhetes adquiridos para o NOS Primavera Sound 2020 que não tenham sido trocados para a edição de 2021 ou 2022.

Todos os portadores de bilhetes para o NOS Primavera Sound 2021 não têm possibilidade de reembolso no momento, podendo, no entanto, solicitar a sua substituição nos termos legalmente previstos.

Para todos aqueles que adquiriram bilhete para o NOS Primavera Sound 2020 e que, lamentavelmente, não podem estar presentes nas datas de 2022podem pedir o reembolso entre o dia 11 de Junho e o dia 1 de Julho de 2021, através de um formulário criado para o efeito e que estará disponível no nosso site.”

, Hisense lança campanha de reembolso até 400€ com o tema “A Sua Casa, O Seu Estádio”

Hisense lança campanha de reembolso até 400€ com o tema “A Sua Casa, O Seu Estádio”

, Super Bock Store é a nova loja online para entrega de bebidas ao domicílio

Super Bock Store é a nova loja online para entrega de bebidas ao domicílio