Ferrari de Alain Delon vendido em Paris

Um Ferrari 250 GT California Spyder, que pertenceu ao actor francês Alain Delon na década de 60, foi adquirido hoje por 14,2 milhões de euros num leilão em Paris, segundo a Agência France Presse.

O cabriolet, muito raro, foi encontrado em Setembro de 2014 com outros veículos lendários numa propriedade no oeste da França, sob pilhas de jornais velhos, tendo sido de imediato descrito como “a descoberta do século”, por uma revista americana especializada.

O automóvel foi vendido pela casa leiloeira Artcurial, que estimara o seu valor entre os 9,5 e os 12 milhões de euros, e era o grande destaque da colecção Baillon.

Roger Baillon, que morreu no início de 2000, foi um empresário na área do transporte de mercadorias e reuniu automóveis originais – como Bugatti, Talbot, Hispano-Suiza, Delahaye ou Delage – com a ambição de abrir um museu na sua propriedade de três hectares.

Porém, durante cerca de 50 anos, a colecção, composta por dezenas de veículos, foi-se degradando, e muitas das viaturas foram encontradas já em muito mau estado.

O Ferrari tinha sido poupado à acção do clima por ter permanecido numa garagem, espaço que partilhou com um Maserati Grand Sport A6G, de 1956, que foi comprado por 1,72 milhões de euros, quando estava avaliado entre 800.000 e 1,2 milhões de euros.

Na venda, organizada pela leiloeira Artcurial à margem do salão de carros antigos Rétromobile, em Paris, os veículos têm conseguido atingir valores por vezes bastante superiores ao estimado em catálogo.

O Salão Rétromobile, que se realiza todos os anos em Fevereiro, celebra este ano 40 edições.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários estão fechados.