Mike Flanagan quer adaptar “Doctor Sleep”, uma sequela de “The Shining”

As obras são da autoria de Stephen King

Ao fim de vários rumores, Mike Flanagan (realizador de “Gerald´s Game”, uma adaptação do livro de Stephen King) finalmente demonstrou o seu interesse em adaptar para o grande ecrã, “Doctor Sleep”, também um livro de Stephen King, que é uma sequela da obra que originou o filme “The Shining” que contou com Jack Nicholson no elenco.

Foi em declarações feitas à Lilja’s Library, que o realizador aproveitou para falar dos livros de Stephen King que gostaria de trazer para o grande ecrã. “Há tantos. Mas os que eu quero mais fazer é “Doctor Sleep” e “Lisey’s Story”. Nos dois casos é por causa de me identificar tanto com os protagonistas. “Lisey’s Story” é um fantástico trabalho, uma bela exploração do casamento. E quem é que não quer aventurar-se de novo no mundo de Danny Torrance?

Lembramos que já em 2015 se falou na adaptação cinematográfica desta obra de King ao grande ecrã, mas o nome que foi apontado para a realização foi o de Akiva Goldsman. E neste momento não há qualquer confirmação de que o filme irá ser mesmo realizado por Flanagan.

O livro “Doctor Sleep” (Doutor Sono), foi publicado em 2013 e é editado pela Bertrand Editores, conta-nos a história de Danny Torrance, a criança que todos conhecemos em “The Shining”, nos seus anos de adulto, nos quais vive com traumas do passado e sérios problemas de alcoolismo. No entanto, tudo isso muda no momento em que conhece Abra Stone, uma menina com 12 anos que parece que brilha com ele.

Mike Flanagan quer adaptar "Doctor Sleep", uma sequela de "The Shining"

Já o livro “Lisey’s Story” (A História de Lisey), é editado pela 11×17, conta-nos a história de Lisey, que perdeu o marido Scott Landon há dois anos. Scott era um romancista premiado e bem-sucedido, mas que tinha uma personalidade muito complicada. No início, Lisey descobriu um sítio para onde Scott ia, mas que o aterrorizava e ao mesmo tempo o regenerava, era um lugar que tanto o podia consumir, como lhe podia dar as grandes ideias de que ele precisava para viver. E assim, durante vinte e cinco anos, Lisey conviveu com os fantasmas que o atormentavam, só que agora que o seu marido morreu, é ela que tem de enfrentar os demónios de Scott. Aquilo que começa por ser um esforço para organizar os trabalhos deixados pelo seu famoso marido, torna-se rapidamente numa perigosa viagem até às trevas em que ele vivia.

Mike Flanagan quer adaptar "Doctor Sleep", uma sequela de "The Shining"

Ansiosos que estas adaptações aconteçam?