3617894-aiwmdawd (1)
em ,

Melhores do Ano – Os nossos videojogos preferidos de 2019

2019 está quase a chegar ao fim e foi um ano recheado de grandes videojogos. Conheçam os nossos preferidos deste ano e digam-nos os vossos!

Num ano em que recebemos dezenas de videojogos desafiantes e criativos, foi difícil reunir os dez melhores para a nossa equipa, e tivemos que deixar alguns favoritos de fora como por exemplo Apex Legends, Untitled Goose Game, Kingdom Hearts 3, Gears 5, Borderlands 3, Legend of Zelda: Link’s Awakening, Days Gone ou Astral Chain, mas que não deixam de merecer uma palavra de destaque.

Análise Gaming | “Days Gone”

 

Não perdendo mais tempo, fiquem a conhecer os nossos dez videojogos preferidos de 2019.

 

10 – Blood and Truth (Playstation VR)

 

Começamos a nossa lista com uma possível surpresa. “Blood and Truth”, um jogo para o Playstation VR, criado pela equipa que nos trouxe The Getaway para a PS2, é uma carta de amor aos filmes de gangsters britânicos clássicos. “Blood and Truth” mostra as potencialidades da tecnologia da realidade virtual e como ainda há muito por explorar, principalmente no mundo dos videojogos. O Playstation VR recebe grandes títulos com frequência, o que vem comprovar a aposta da gigante nipónica na tecnologia, e “Blood and Truth” é capaz de ser o melhor deles.

9 – Call of Duty: Modern Warfare (Playstation 4, XBOX One, PC)

 

Depois de uma geração em que Call of Duty era conhecido e jogado por todos os jogadores e mais alguns, a saga perdeu algum fulgor mediático na actual geração de consolas. Com o aparecimento (e crescimento) de fenómenos como Fortnite ou PUBG, a repetição anual de CoD contribuíu para o afastamento da atenção nos novos lançamentos da Activision. Pois bem, “Call of Duty: Modern Warfare” é a receita que a Infinity Ward aviou de forma a tentar recuperar os antigos fãs e conquistar novos. Com uma campanha intensa, e um modo online capaz de agarrar jogadores alicerçado numa jogabilidade imediata mas viciante.

Call of Duty: Modern Warfare (PS4) | Análise Gaming

 

8 – Death Stranding (Playstation 4)

 

Hideo Kojima está de regresso, e que regresso estrondoso! “Death Stranding”, um exclusivo Playstation 4 (em 2020 chega ao PC), poderá não ser o jogo indicado para qualquer jogador, mas é uma obra de arte. Recheado de talentos na interpretação e com uma história impactante, em todos os momentos é impossível tirar os olhos do ecrã, espantando como um mundo, teoricamente vazio, é tão denso e complexo. Pode ser bastante discutido e dificilmente agradará a todos, mas é uma experiência inesquecível.

7 – Luigi’s Mansion 3 (Nintendo Switch)

 

2019 foi um ano fortíssimo para a Nintendo e para os jogos produzidos pelos estúdios internos da grande N. Pokémon Sword and Shied, The Legend of Zelda: Link’s Awakening, Super Mario Maker 2, Astral Chain, a lista não acaba. Mas de todos os títulos lançados para a portátil do momento, “Luigi’s Mansion 3” foi o que surpreendeu mais, comprovando que o 2º membro mais famoso dos irmãos canalizadores merece mais tempo de antena e mais oportunidades. Um jogo obrigatório para os possuidores de uma Nintendo Switch.

6 – The Outer Worlds (Playstation 4, XBOX One, Nintendo Switch, PC)

 

Com os falhanços consecutivos da Bethesda com a série Fallout, é a Obsidian Entertainment (estúdio agora comprado pela Microsoft) quem aproveita melhor. “The Outer Worlds” é o melhor Fallout desde “Fallout: New Vegas”, jogo curiosamente também desenvolvido pela Obsidian. “The Outer Worlds” é jogo que encaixa que nem uma luva para os fãs antigos de Fallout.

“The Outer Worlds” (PS4) | Análise Gaming

 

5 – Devil May Cry 5 (Playstation 4, XBOX One, PC)

 

Devil May Cry está de volta! E com um jogo totalmente direcionado para os fãs antigos da série. Hoje, quando vemos os jogos mais famosos de hack and slash a mudar de direcção, como foi o caso do God of War, o Devil May Cry volta… e mais hack and slash seria difícil. Dante e companhia estão de volta, e que companhia! A Capcom teve um ano incrível, e “Devil May Cry 5” só não é o melhor título lançado pela nipónica, porque… Bem já vão ver que jogo ficou em primeiro lugar!

4 – Sekiro Shadows Die Twice (Playstation 4, XBOX One, PC)

 

From Software, um estúdio que parece não falhar actualmente, decidiu experimentar este ano com “Sekiro Shadows Die Twice”, fugindo um pouco ao estilo de jogo mais terreno de Dark Souls e Bloodborne, mas mantendo a dificuldade acrescida em simultâneo. Considerado o Jogo do Ano nos prémios The Game Awards deste ano, pode não ser para nós o nosso jogo favorito deste ano mas é impossível deixá-lo passar ao lado.

Análise Gaming | “Sekiro Shadows Die Twice”

 

3 – Star Wars Jedi Fallen Order (Playstation 4, XBOX One, PC)

 

Se em 2017 dissesemos que o melhor produto Star Wars a ser lançado em 2019 seria da EA, e que o mesmo seria um jogo single-player sem micro-transações e lootboxes, provavelmente ninguém acreditaria. Mas a verdade é que “Star Wars Jedi Fallen Order” é tudo o que os fãs de Star Wars podiam querer num videojogos. Com uma narrativa presente no universo de Star Wars, exploramos uma galáxia controlada pelos Sith após a Order 66 com Cal Kestis, um Jedi escondido e que tem agora a tarefa de fazer renascer a Jedi Order. Inspirado em Uncharted na parte da aventura do jogo, e inspirado em Dark Souls na vertente do combate, “Star Wars Jedi Fallen Order” é não só obrigatório para os fãs da saga, mas para qualquer jogador que gosta de aventuras single-player.

2 – Control (Playstation 4, XBOX One, PC)

 

A Remedy Entertainment conseguiu uma tarefa que parecia impossível: lançar um videojogo mais confuso que o Death Stranding! Brincadeiras à parte, “Control” é de facto um título surpreendente que nos deixa a coçar a cabeça a cada minuto que passa. Controlamos Jesse Faden a nova directora do The Bureau enquanto explora a Oldest House, invadida por uma força inimiga chamada de The Hiss que corrompõe a realidade e nos desafia com diferentes obstáculos paranormais. Explicar “Control” é complicado, mas recomendá-lo é facílimo. Se tiverem 10, 12 horas livres, joguem “Control”. Não se irão arrepender.

1 – Resident Evil 2 (Playstation 4, XBOX One, PC)

 

E se o melhor jogo de 2019 fosse um remake? A nossa equipa gosta muito de Resident Evil, mas não tínhamos a certeza que isto iria acontecer. A verdade é que o remake de Resident Evil 2 é próximo da perfeição, e será o jogo que irá marcar este ano quando olharmos no futuro. Reiventando um clássico, este remake de “Resident Evil 2” não só é obrigatório para os fãs da série, como também o é para os fãs de Survival Horror ou para quem tem saudades de jogar jogos de outra época. Este “Resident Evil 2” não tem Remake no seu título e essa circunstância tem significado, pois este jogo é praticamente um título novo por si. “Resident Evil 2” é tudo o que esperamos da série, e ainda mais.

 

Análise Gaming – “Resident Evil 2” (2019)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

DSC-4790

Saiba o que poderá encontrar no The Witcher Bar em Lisboa

1571076679-football-manager-2020

“Football Manager 2020” (PC) | Análise Gaming