CA Notícias
Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento.

Gil Vicente exige 20 milhões e regresso imediato à 1.ª Liga

Gil Vicente exige regresso imediato à Primeira Liga de Futebol bem como uma indemnização no valor de 20 milhões de euros, valor que o presidente do emblema de Barcelos, António Fiusa, admite ser negociável, mas referindo que “Não estamos em saldos como o Boavista”.


Na primeira declaração após decisão do Tribunal Administrativo de Lisboa em relação ao chamado “caso Mateus”, António Fiusa, referiu “Fernando Gomes e Pedro Proença são pessoas sérias, ficaram com a batata quente nas mãos, por decisões erradas no passado. O Gil Vicente tem de ir para a Liga, podem recorrer, mas vejo-os como pessoas responsáveis e devem agora responsabilizar-se também pelas indemnizações ao Gil Vicente. Se recorrerem será uma fatura para todos os portugueses.

A Federação atual deve responsabilizar estes senhores pelo que fizeram ao Gil Vicente, ao País, à FPF e à Liga. Foi tudo feito com má-fé e segundo os interesses. Se não for a Federação a responsabiliza-los será o Gil Vicente, nunca desistiremos. O que fizeram nunca fariam a um clube grande. O Madail quis usar uma bomba atómica contra uma formiga, que era o Gil Vicente, para deixar lá o Belenenses. Foi tudo premeditado.”

O presidente dos gilistas deixou ainda o aviso, “Se a Federação decidir meter recurso sobre esta decisão, o Gil Vicente meterá uma providência cautelar para impugnar os campeonatos.

A Liga pode aumentar para 19 clubes, para 20, como ficar nos 18. O que o acórdão diz é para anular a decisão de há 10 anos”, finalizou, dando a entender que o Belenenses poderá ser despromovido.

X