in , , ,

Crítica Cinema – “Vendeta” (Revenge)

, Crítica Cinema – “Vendeta” (Revenge)

“Vendeta” é um filme realizado por Coralie Fargeat que conta com Matilda Anna Ingrid Lutz no papel principal.

O filme apresenta-nos Jennifer (interpretada por Matilda), uma jovem que tem um caso com um homem casado que a leva para o deserto, onde, juntamente com dois amigos, vai à caça. No entanto, Jennifer rapidamente se vê desconfortável entre os homens quando estes começam a mostrar sinais de que querem abusar dela. Acabam por violá-la, maltratá-la e deixá-la à beira da morte. Mas Jennifer não morre e prepara uma vingança.

Este é um daqueles filmes que no início devia ter um aviso a dizer algo do género: “Viu o trailer deste filme? Se não viu, vá ver e prepare-se para o que aí vem”. Uma pessoa não pode ir ver “Vendeta” sem saber para o que vai. É um filme sangrento e com planos extremamente aproximados que se tornam mesmo nojentos, o que, claramente, não é para o gosto (nem para o estômago) de todos. É um daqueles filmes durante os quais algumas pessoas se levantam e vão embora porque não conseguem ver o que se está a passar. No entanto, felizmente nem todos temos estômago fraco. E, se conseguirmos suportar os litros de sangue que são mostrados ao longo das quase duas horas de filme, percebemos que estamos perante algo diferente, arriscado e bom.

“Vendeta”, como já referi, tem cenas nojentas, como planos que nos mostram alguém a mastigar comida, acompanhados com um som irritante, ou até mesmo cenas em que a protagonista está a tentar tirar um tronco da barriga. Tem cenas que chocam e que nos fazem olhar meio de lado, mas sem desistir de olhar, porque a curiosidade vence o nojo.

Para além dos efeitos que o visual nos provoca, o desconforto que sentimos é tanto que em certos momentos até sentimos um certo medo, o que torna normal alguns (pequenos) jump scares durante as mudanças de cena.

A banda sonora do filme também aumenta o nosso desconforto, com ritmos repetitivos que nos deixam com os nervos à flor da pele, sempre com vontade de ver o que se segue.

No final, “Vendeta” resulta num filme que mexe connosco. Provoca-nos várias sensações, boas e más. Se estivermos habituados a este género de filmes, torna-se numa experiência bastante agradável que nos agarra do início ao fim e que nos deixa com vontade de ver qual vai ser a vingança final.

, “Give Me 4”: Cascais recebe festival dedicado aos voluntários

“Give Me 4”: Cascais recebe festival dedicado aos voluntários

, Canal Panda lança campanha “Aprender é fixe!”

Canal Panda lança campanha “Aprender é fixe!”