in

Bruno de Carvalho “atira-se” à Liga

, Bruno de Carvalho “atira-se” à Liga

Bruno de Carvalho não concorda com o arquivamento da queixa leonina quanto à não utilização de Miguel Rosa e Deyverson no Benfica x Belenenses recorrendo mesmo à palavra «vergonha» para definir a situação. Em discurso “aceso”, na noite de ontem, no palco dos Prémios Stromp, o presidente do clube de Alvalade criticou Luís Duque, atual dirigente máximo da Liga Portugal e pediu aos sportinguistas que defendam o clube em todas as circunstâncias porque os tempos que aí vêm «não vão ser mais fáceis».

Começando pelo processo que tanta tinta fez correr nos últimos dias e que, segundo a edição do Record desta sexta-feira, que até pedia a descida do Benfica caso se comprovasse o condicionamento das águias quanto ao onze da equipa do Restelo no referido confronto, o líder dos leões não teve meias palavras na análise: «O que se passou com os jogadores do Belenenses e com a decisão do presidente da Liga, suposto sportinguista, foi uma dupla vergonha», disse Bruno de Carvalho, rejeitando qualquer falha do emblema verde e branco na intervenção.

Importa referir que a Liga arquivou a queixa apresentada, alegando «insuficiência dos factos apresentados» pelos leões mas, mesmo assumindo que o clube não vai recorrer da decisão, o presidente do Sporting não deixou de reforçar a posição dos seus. «O Sporting pediu para se juntar os contratos dos jogadores ao processo e a Liga disse que não era preciso. É uma vergonha!», acusou.

«Nós temos aqui o Wilson Eduardo, que já jogou contra nós e marcou, tal como o irmão, o João Mário. O Adrien e o Cédric ajudaram a tirar-nos um título», lembrou ainda Bruno de Carvalho, segundo citação no jornal A Bola.

, Liga repudia palavras de Bruno de Carvalho

Liga repudia palavras de Bruno de Carvalho

, Belenenses quer Rui Fonte

Belenenses quer Rui Fonte