«Vai ser mais um ano de guerra e de luta» – Lito Vidigal

As «oficinas» do Restelo reabriram esta manhã, tendo em vista a época 2014/2015. O treinador Lito Vidigal alertou para mais um ano de sacrifício, no qual o objetivo só pode ser a manutenção.


«Vai ser uma época de muito sacrifício, tão ou mais difícil como a passada. Vai ser mais um ano de guerra e de luta», afirmou o treinador, que não tem qualquer dúvida quando questionado sobre os objetivos: «Manutenção, nem se pode pensar noutra coisa nesta altura.»

Neste primeiro dia de trabalhos, Lito contou com três caras novas: Palmeira (Tondela), Fábio Nunes (Latina, de Itália) e Abel Camara (de regresso ao clube depois de ter representado o Petrolul, da Roménia). Daniel Martins (Beira-Mar), Adilson (União Madeira) e Ricardo Alves (Portimonense) também voltam após empréstimo.

O treinador assumiu diferenças em relação ao que falou com o presidente da SAD, Rui Pedro Soares, mas preferiu garantir: «Temos é de ser profissionais e competentes.»

No mais, garantiu que tudo vai fazer para que os jogadores que chegaram se tornem melhores. «Há uma cultura de exigência no clube e é preciso que todos percebam isso», vincou.

Até quarta-feira de manhã, o plantel vai estar em testes médicos, divididos entre o Restelo e o Centro de medicina Desportiva. O primeiro jogo de preparação está marcado para 15 julho, frente ao Oriental.

anuncio
  

O Belenenses faz parte do teu dia a dia?

Junta-te a nós, juntos vamos divulgar mais e melhor o Belenenses!

Candidata-te aqui - https://goo.gl/jfTi3z Ou segue-nos no facebook em CA Notícias

X