CA Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Se nevar… ganha o Belém!

Na última vez que ambos se encontraram na Liga o Mundo parecia estar ao contrário | Foi no dia em que Lisboa sentiu clima poucas vezes visto, azuis golearam: 5-0! | E até um francês goleador chamou à atenção de… chineses

- Publicidade -

Longos anos andou o Penafiel mergulhado nos escalões secundários, longe dos grandes palcos e de duelos inesquecíveis. Como o último que travou com o Belenenses, adversário de hoje, mas no Restelo. Parecia que andava o Mundo ao contrário, o bizarro a tomar conta daquele frio 29 de janeiro de 2006. Nevou em Lisboa (!), coisa rara. O aflito Belenenses brilhou com intensidade e até conseguiu improvável goleada por 5-0 (!).

Nos azuis estreou se uma estrela, o internacional Rui Jorge, que parecia que conhecia há muito os cantos à casa e até fez assistências para o segundo e terceiro golos (!). E com tudo isto o jornalista viu-se na obrigação de fazer o único título possível naquelas condições: Crónica do improvável.

Estranhos episódios, pareciam de mais para um dia só, mas já que era para sentir o mundo ao contrário… não é que no final da partida se sabia que o francês Ahamada – melhor em campo, tarde de sonho, incomparável» nunca vivida, com três golos… — tinha um convite tentador da… China?

E por falar em convites e transferências: Pelé, nome de rei, jovem formado no Restelo, causava desconforto porque forçava a saída para os ingleses do Southampton. Presidente da SAD e o treinador José Couceiro diziam que o defesa-central ficaria. Mas não ficou…

E já que se fala em treinadores, neste dia em que até nevou onde nunca neva (sim, é verdade, não é nunca, é… quase nunca!) foi acontecendo o que não era suposto: eis que nas bancadas se viram duas das maiores figuras do futebol português: Paulo bento, atual selecionador nacional que, por essa altura, treinava o Sporting, e Pedro Barbosa. O que ali faziam? Não, não foram espiar qualquer equipa, foram fazer como que um hino à amizade – foram dar apoio ao estreante Rui Jorge.

Enfim, terá o Penafiel muito para recordar do último duelo com o Belenenses e esperar que a história não se repita. Este verão anda muito envergonhado, mas não tanto que possa haver neve em Penafiel. O resultado? Não, ninguém acredita que os azuis possam ter tarde de grande inspiração e consigam chegar à goleada. Se nevar… ganha certamente o Belenenses, mas a repetir-se algo que tenha ocorrido nesse dia no Restelo que seja visita de Paulo Bento. Quem sabe não seria oportunidade para alguém lhe mostrar talento!

por LUIS FILIPE SIMÕES

http://feeds.feedburner.com/CronicasAzuis

Via: Crónicas Azuis

X