CA Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Rui Pedro Soares desvaloriza preocupações de Lito Vidigal

O presidente da SAD do Belenenses, Rui Pedro Soares, desvalorizou, esta segunda-feira, a aparente preocupação do treinador Lito Vidigal com a composição do plantel e assegurou que o objetivo é dar sequência ao processo de estabilização na Liga.


No dia em que o conjunto do Restelo apresentou a equipa, o técnico deu a entender algumas divergências com a SAD, pela forma como o plantel está a ser construído, revelando mesmo que não teve qualquer responsabilidade na aquisição dos três reforços assegurados até ao momento (Abel Camará, Palmeira e Fábio Nunes).

“O Lito é uma pessoa ambiciosa e é normal que queira ter mais e melhores jogadores. Admito que ficasse mais contente se pudesse ter o James Rodríguez, o Neymar ou o Cristiano Ronaldo. E, se calhar, os jogadores gostavam que o treinador fosse o André Villas-Boas, o Ancelotti ou o Guardiola. Eu estou muito contente, quer com o treinador, quer com os jogadores”, afirmou Rui Pedro Soares, em declarações à Lusa.

O presidente da SAD lembrou que “o modelo de contratações do Belenenses é da responsabilidade da administração, como acontece em quase todas as equipas em Portugal”, e revelou que alguns dos jogadores que o técnico pretendia eram incomportáveis para a realidade dos “azuis”.

“De facto, há 15 dias, o Lito entregou-nos uma lista com os jogadores que pretendia. Houve dois jogadores que mereceram um parecer positivo, mas um custava seis milhões de dólares e o outro pretendia 240 mil euros líquidos anuais de salário”, adiantou.

Apesar de admitir a chegada de mais reforços, dois deles a breve prazo, Rui Pedro Soares reafirmou a intenção de continuar o processo de estabilização da equipa na I Liga, considerando que esse é o grande objetivo para as próximas duas épocas.

“É normal que possam entrar mais reforços, mas todos de acordo com a filosofia implementada pela administração, para os objetivos que há dois anos foram comunicados: as primeiras três épocas na I Liga seriam de estabilização e as três seguintes para consolidarmos um estatuto europeu. Vamos para a segunda época e, como tal, o objetivo é estabilizar”, referiu.


X