CA Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

[Juniores] Oeiras, 0 – Belenenses, 1

O Oeiras primou sobretudo pela velocidade e requinte de um seu extremo, cuja estrela brilhou bem alto ao longo dos 90 minutos. Quanto ao Belenenses, o forte era o meio-campo, sobre o qual incidiu a atenção do técnico da casa, de modo que antes da meia-hora substituiu o seu médio mais defensivo, que entretanto tinha sido amarelado. Teve sucesso, na medida em que foi do Oeiras o primeiro lance mais perigoso, que registámos em cima do apito para intervalo, numa movimentação rápida pela zona frontal. Com o meio-campo a participar melhor no processo ofensivo, tal tendência manteve-se no arranque da segunda parte. A bola chegou mesmo a entrar na baliza de Fábio Duarte, aos 49 minutos, mas foi invalidado por fora-de-jogo. A breve trecho, e ao cabo de um par de amarelos acumulados pelo Oeiras, entrou-se novamente numa toada de equilíbrio.

Após o golo de Adélcio Varela, à passagem da hora de jogo, a feição dos acontecimentos mudou radicalmente. Começaram as substituições, de parte a parte, com o Oeiras a sacrificar um (bom) lateral, alargando a frente de ataque pela introdução de mais um ponta-de-lança. Refrescou o Belenenses meio-campo e ataque, passando a movimentar-se com um brilho acrescido. Renato Gonçalves esteve à beira do golo aos 71 minutos, mas o guarda-redes defendeu. Outro dos suplentes, Nélson Horta, à sua conta falhou três, todos por má pontaria. Finalmente, ainda uma palavra para David Lourenço, que participou do lance que registámos aos 89 minutos e que por pouco mais faria História, bastando para tal que o calcanhar de Renato Gonçalves tivesse sido mais certeiro. Por outras palavras, e anotando que o Oeiras jogava reduzido a dez desde os 77 minutos, o segundo golo para os azuis parecia iminente, entre cantos sucessivos e jogadas de fino recorte. Todavia, aos 84 minutos, da iniciativa de um central e pelo suspeito do costume, saiu o remate que proporcionou a Fábio Duarte excelente defesa, no que foi o canto do cisne para os locais, com nova expulsão nos instantes finais.

Destaques individuais no Belenenses, por sector. Sem menosprezo para Fábio Duarte, seleccionamos da defesa o lateral Adélcio Varela, marcador do golo decisivo. No meio-campo, apesar do injusto amarelo que recebeu, tal não afectou a prestação de Nuno Januário. No ataque, a preferência vai hoje para Tiago Alves. Dos suplentes, menção honrosa para a energia de Nélson Horta.

Estádio Municipal de Oeiras, 23 de Agosto de 2014, 17:00 horas.
3ª Jornada do Campeonato Nacional Juniores da 1ª Divisão (1ª Fase, Zona Sul), 2014/2015.
Sob a arbitragem de Fábio Piló, auxiliado por Bruno Vicente e Vasco Marques (AF Leiria), o Belenenses alinhou:
1- Fábio Duarte; 2- Rúben Sousa, 3- Rodrigo Dias, 4- João Correia e 5- Adélcio Varela; 6- João Diogo (15- David Lourenço, aos 71′), 7- Tiago Alves, 8- Bernardo Dias (16- Renato Gonçalves, aos 62′) e 9- Sebastião Castela “Seba” “cap.” (18- Nélson Horta, aos 60′); 10- Nuno Januário e 11- Dálcio Gomes. Treinador: José Sousa.
Golo: 0-1, Adélcio Varela (60′).
Acções disciplinares: amarelos para Nuno Januário, David Lourenço, João Correia e Nélson Horta.
Observação: com a saída de Sebastião Castela “Seba”, aos 60′, a braçadeira de “capitão” passou para Dálcio Gomes.


Via:: Belenenses Jovem

anuncio
  

O Belenenses faz parte do teu dia a dia?

Junta-te a nós, juntos vamos divulgar mais e melhor o Belenenses!

Candidata-te aqui - https://goo.gl/jfTi3z Ou segue-nos no facebook em CA Notícias

One Response

  1. Romão Alexandre 26 Ago, 2014, 06:28
X