Fredy em destaque nos Palancas Negras

A selecção nacional de futebol derrotou quarta-feira, no estádio de Algarve (Portugal), a sua congénere de Marrocos, por 2-0, em jogo amistoso de preparação ao CAN2015. 

Com esta vitória os angolanos quebram a invencibilidade dos marroquinos no historial dos jogos entre si, registando-se agora quatro triunfos contra um. As duas formações empataram ainda em duas ocasiões.   

Mesmo sem ter efectuado uma grande exibição, os pupilos do seleccionador Romeu Filemon souberam mostrar tranquilidade no momento certo, para levar de vencida o seu opositor.

A primeira parte foi equilibra, apesar de algum domínio marroquino nos primeiros 15 minutos, mas sem contudo levar perigo à baliza defendida por Dominique.

Durante este período registou-se o primeiro canto para os angolanos, mas sem resultar em ameaça para os Leões do Atlas, que souberam anular a ofensiva angolana.

Nos minutos a seguir, os Palancas adiantaram-se mais no relvado e foram criando alguns problemas para a defensiva contrária, com destaque para Igor Vetokele e Freddy.

Numa dessas investidas, aos vinte minutos, o extremo do Belenenses de Portugal (Freddy) esgueira-se na área adversário e remata, mas a bola embate no corpo de um defesa. Os angolanos ainda reclamaram grande penalidade, mas o árbitro nada assinalou.

Nos últimos minutos da primeira parte foi novamente Marrocos a assumir o comando do jogo, com sucessivas triangulações e remates à baliza. Aos 44’ numa jogada de belo efeito entre os dianteiros marroquinos, Issam Eladoua quase abria o marcador, num  “chute” fora da área, mas o esférico saiu a centímetros da baliza defendida por Dominique.

As duas formações foram ao intervalo empatadas a zero.

No reatamento, os marroquinos foram surpreendidos pelos angolanos com golo do defesa central Bastos aos 51 minutos. Tudo começou na marcação de pontapé de canto, a bola passa por vários jogadores até Jaime fazer o remate, mas o esférico bate na defesa contrária e na recarga Ary Papel serve Bastos que num toque subtil inaugura o placar para a alegria dos poucos adeptos angolanos presentes no estádio (menos de 20).

Aos 61 minutos Marrocos quase empata, quando El Hachimi, cara-a-cara com Dominique, não consegue bater o guarda-redes, que faz uma bela defesa.

Os dois treinadores foram fazendo várias alterações nos seus planteis, mas Romeu Filemon foi mais feliz, quando lança aos 66’ para a quadra o avançado Alexander para o lugar de Vetokele.

O avançado do Kambul da Holanda, num momento de inspiração, aos 88 minutos, passa por um defesa, tira o guarda redes da jogada e com a baliza completamente aberta faz o 2-0 final.

Estava feita a história do jogo com os marroquinos a lamentarem da derrota e os angolanos a “saborearem” a primeira vitória.

Fonte: AngoNotícias

Também poderá gostar Mais do autor

A carregar...