Canal Alternativo de Notícias, as últimas notícias do mundo do desporto, da tecnologia e do entretenimento. Os últimos resultados, lançamentos, estreias.

Belenenses já não marcava 4 golos fora desde … Bessa em 2007

FUTEBOL - Adeptos do Belenenses durante o jogo Belenenses - Sporting relativo a 30 Jornada da Primeira Liga. Estadio do Restelo em Lisboa. Domingo, 15 de Abril de 2018. ASF/RUI RAIMUNDO BELENENSES - SPORTING

Os quatro golos apontados pelo Belenenses ao Feirense nesta jornada vieram quebrar um ciclo de praticamente dez anos sem marcar 4 golos fora no campeonato principal. A última vez tinha acontecido frente ao Boavista, no Estádio do Bessa, data de 8 de Outubro de 2007.

Nessa altura os golos do Belenenses foram apontados por Zé Pedro (bisou), Silas e Gabriel Gómez. Enquanto que Marcelão marcou os dois golos da formação boavisteira. Em comparação com o jogo deste Domingo, reparamos que 2 médios bisaram pelo Belenenses. Zé Pedro em 2007, André Sousa em 2017.

A época começou em alta rotação no Restelo, com a eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça Uefa frente ao Bayern de Munique. Após perder a final do Jamor com o Sporting nos últimos minutos da partida, o Belenenses, no início da época seguinte, apanhou o maior dos tubarões no sorteio da Taça Uefa, o Bayern de Munique. O regresso da equipa do Restelo às competições europeias foi marcada pela equipa bávara. Os azuis deram uma muito boa resposta, acabando por perder o primeiro jogo em Munique por 1-0, abrindo assim hipóteses para a segunda mão. No Restelo, o Belenenses não foi eficaz nas oportunidades que dispôs (Weldon perdulário) e o Bayern acabaria por vencer por 0-2 e eliminar o Belenenses da competição. Pouco tempo depois veio o.jogo com o Boavista.

A época em questão, 2007/08, foi recheada de polémicas, e que envolveram estes mesmos clubes. O Belenenses viu-se envolvido no Caso Meyong, acabando por lhe serem retirados 6 pontos na secretaria. A equipa azul utilizou indevidamente o avançado Meyong numa partida contra a Naval no Restelo, o que lhe valeu a derrota no jogo (subtraindo os 3 pontos da vitória alcançada em campo) e castigo de mais 3 pontos. O avançado actuou em 3 clubes diferentes no decorrer da época. Este castigo “ajudou” a que a equipa treinada por Jorge Jesus não conseguisse o apuramento para a Europa e foi um momento fracturante na vida do clube, que levou ao despedimento do (na altura) director-desportivo do Belenenses, Carlos Janela, e da demissão do falecido presidente Cabral Ferreira.

O Boavista por sua vez acabou por descer de divisão devido ao caso Apito Final.

Cerca de dez anos depois, o Belenenses volta a espetar a chamada “chapa 4” na casa de um adversário.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar está a concordar com a utilização dos mesmos. Pode saber mais consultando a nossa Politica de Privacidade. AceitarSaber mais

X