em , ,

Análise Gaming – Super Mario Maker 2 (Nintendo Switch)

“Super Mario Maker 2” traz a criação de níveis do Super Mario a uma consola que é um sucesso. Se o original na Wii U foi um dos jogos mais vendidos da consola, esta sequela só vem melhorar o que já era bom. Saiba aqui a nossa opinião sobre este jogo.

Quem é que nunca jogou nenhum Super Mario ponha a mão no ar? Vou acreditar que não haja ninguém a fazê-lo. Posto isto, existem muitos jogadores pelo mundo fora que sempre quiserem criar um nível do Super Mario à sua maneira. A Nintendo conseguiu perceber (ou prever) essa demanda e em 2015 lançou para Wii U o primeiro “Super Mario Maker” que preencheu as horas de muitos dos possuidores da consola. O problema é que essa consola não foi propriamente um sucesso de vendas, e muitos jogadores ficaram sem poderem experimentar a experiência da criação de níveis de Super Mario.

Super Mario Maker 2 (1)

Pois bem, a Wii U já é (praticamente) passado, e é a Nintendo Switch quem merece as maiores atenções por parte da gigante nipónica, e esta sim é um sucesso de vendas global. Por isso, era óbvio que a Nintendo iria puxar um dos seus maiores trunfos da geração passada para a actual. E em invés de fazer um port do jogo original (como aconteceu com “Mario Kart 8”, por exemplo), seguiu com uma sequela.

E o que trás esta sequela de novidade? Muita coisa. Apesar de baseado no mesmo conceito do original, dividido em dois modos principais (Jogar ou Criar), a verdade é que há muitas novidades que vêm melhorar uma proposta que já era óptima na teoria. A principal prende-se com a diferença da utilização das duas consolas. Enquanto que a Wii U era uma consola fixa com um comando portátil, a Switch é por si só uma consola portátil que tem a possibilidade de ser jogada em modo fixo. Isso faz com que o desenvolvimento desta sequela tenha de ter sido pensado para a possibilidade de um jogador poder jogar em deslocações por exemplo. Se para jogar não oferece problemas de maior, o modo de criação obriga a que haja agora uma mistura de comandos, tanto táctil como por botões, mas tudo foi bem pensado e é fácil de utilizar.

Super Mario Maker 2 (6)

Outra novidade importante é o facto de se poder jogar/criar níveis como se de um nível do “Super Mario 3D World” se tratasse e alguns dos elementos desse jogo podem ser utilizados noutros níveis. Para além disso já é possível ter níveis de noite, de neve e de deserto neste jogo, o que acaba por trazer ainda mais variedade ao conteúdo criado pelos jogadores. São tantas as grandes (os switches ON/OFF marcam presença em muitos dos níveis que experimentámos, tanto nos originais como nos da comunidade) e pequenas novidades (moedas “grandes”, por exemplo) em relação ao original, que se torna quase impossível listá-las todas aqui. Se eram fãs do jogo original, certamente não ficarão arrependidos com este jogo, que é uma verdadeira sequela, e não apenas um port para a Nintendo Switch.

Para os menos engenhosos, existe um modo história com mais de 100 níveis, em que Mario tem de coleccionar o maior número de moedas possíveis para conseguir pagar a reconstrução do castelo para a princesa Peach. É por este modo que recomendamos que qualquer novo jogador de “Super Mario Maker 2” se aventure. Isto porque os níveis que aqui se podem experimentar conseguem apresentar de forma clara todas as possibilidades que existem neste título, o que acabará certamente por inspirar muitos dos jogadores a passarem depois à criação de novos níveis.

Super Mario Maker 2 (5)

Em relação ao modo de criação, as hipóteses são imensas e são todas apresentadas imediatamente. Um dos maiores receios dos jogadores que não estão familiarizados com este jogo prende-se com a dificuldade que poderá existir para a criação de um bom nível de Mario. Bem, o jogo oferece uma interface intuitiva e tenta ensinar os princípios de bom design a todos os jogadores que pretenderem dispensar o seu tempo dessa forma. A Nintendo tentou facilitar a criação dos níveis com as suas ferramentas e a explicação das mesmas, mas saber fazer um nível respeitando as regras de bom design não é fácil, e por isso é que recomendamos que antes de partir para a construção de um novo nível, que passe muito tempo a jogar, seja o modo história sejam os níveis criados pela comunidade.

Super Mario Maker 2 (2)

Se querem saber como é ser o Miyamoto, não há melhor simulador que este. Podem-se colocar na pele do lendário criador e construir o vosso nível de sonho com as ferramentas (e a facilidade em usá-las) e tentar completá-lo com o Mario. Se a criatividade não é o vosso forte, não se preocupem. O conteúdo que “Super Mario Maker 2” oferece promete cativar o interesse dos fãs da mítica personagem, tanto através do que foi criado originalmente pela Nintendo para este jogo (mais de 100 níveis originais) como pelos fãs. “Super Mario Maker 2” é o tudo o que precisam caso gostem de Super Mario.

Super Mario Maker 2
Análise Gaming - Super Mario Maker 2 (Nintendo Switch)

“Super Mario Maker 2” traz a criação de níveis do Super Mario a uma consola que é um sucesso. Se o original na Wii U foi um dos jogos mais vendidos da consola, esta sequela só vem melhorar o que já era bom. Saiba aqui a nossa opinião sobre este jogo.

Editor's Rating:
5

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

67354813-10151139719189950-1111366995938377728-o

Muse no Passeio Marítimo de Algés – Mais uma noite visualmente apotéotica

"La Casa de Papel": Netflix confirma quarta temporada

“La Casa de Papel”: Netflix confirma quarta temporada