em

Agenda Cultural – 23 a 29 de Outubro

Damos início à última semana de Outubro com uma mão cheia de espectáculos e eventos que vão marcar o fim deste mês. Ficam de seguida os destaques da semana.

Damos início à última semana de Outubro com uma mão cheia de espectáculos e eventos que vão marcar o fim deste mês. Ficam de seguida os destaques da semana.

Decorre esta semana o PortugalSLAM 2017 – Festival Internacional de Poesia e Performance. A decorrer de 26 a 28 de Outubro em diversos locais, como o Chapitô, o Museu de Lisboa, a Livraria Ler Devagar, o Instituto Italiano Di Cultura, o Largo Residências, o British Council, entre muitos outros, o tema para a edição deste ano é a Arte e Resistência. O cruzamento de várias prácticas artísticas é característico do festival, de modo a mostrar que o tema pode ser abordado de diversas formas, sem qualquer limite cultural, social ou político.

Dia 28 será dia para outro festival, mas desta vez de um género diferente. O BANG! Festival Literário – Fantasia, Ficção Científica e Horror, terá lugar no Pavilhão Carlos Lopes em Lisboa. Este é o evento próprio da colecção BANG! da editora Saída de Emergência, onde não faltaram sessões de autógrafos, palestras, exposições (sobre Edgar Allan Poe) e muito Cosplay. Para além disto, a escritora americana Anne Bishop estará presente para conhecer os fãs portugueses.

Passando agora para o mundo das artes, começa dia 27 a exposição Do Outro Lado Do Espelho, no Museu Calouste Gulbenkian. A exposição reúne 69 obras, tendo como conceito a presença do espelho na arte europeia, sobretudo na pintura, escultura, fotografia, cinema e arte do livro. Com obras vindas de colecções privadas e de museus internacionais de países como Espanha, França e Reino Unido, esta mostra poderá ser visitada até 5 de Fevereiro de 2018.

 

No Teatro do Bairro, estreia dia 26 o espectáculo Menina Júlia. Baseado na peça do famoso dramaturgo August Strindberg, e com encenação de Nuno Nunes, aqui o foco é dado à tensão dramática em volta da Menina Júlia. Em cena até dia 29. Na mesma data, estará no Teatro Lethes, em Faro, o Amanhã – Panapaná, projecto final das aulas de expressão dramática do teatro. Com encenação de Rafael Góis, este espectáculo aborda as problemáticas nos quais todos nos encontramos envolvidos, mas ignoramos por não sermos afectados directamente.

Dia 27, estreia no São Luiz Teatro Municipal o Antropocenas, um espectáculo de dança e performance. Uma criação de Rita Natálio e João dos Santos Martins, que parte da discussão em torno da actual crise climática e que conta com o cruzamento de outras áreas artísticas e científicas, como a dança, a música, as artes visuais, a ecologia e a antropologia.

Ainda no dia 27, o Teatro Experimental do Porto (TEP) estreia o espectáculo A Tecedeira que Lia Zola, criado por Gonçalo Amorim. Uma revolução cultural em Portugal dos anos 70 é a ideia que é posta em palco, inspirada nos movimentos revolucionários da época. Para ser assistindo no Teatro Municipal Rivoli, no Porto. Na mesma data e local, estreia também Vanish. Um espectáculo, encenado por Guilherme Sousa, criado a partir de “A Cena de Ódio”, de Almada Negreiros.

No dia 28A Menina Que Vendia Fósforos estreia no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada. Uma criação de Sara Henriques e Rui Rodrigues, a partir do famoso conto de Hans Christian Andersen, posto em cena com marionetas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Wonder é o próximo filme de Jacob Trembley e Julia Roberts

“Wonder” é o próximo filme de Jacob Trembley e Julia Roberts

Veja o golo de Olivier Giroud, que lhe valeu o Prémio Puskas (Melhor Golo do Ano)